18 de abril de 2024 17:41

Tesla que se cuide: Toyota apresenta motor à amônia e pode rescrever o futuro dos carros!

Novo motor da Toyota promete ser uma ótima alternativa aos carros elétricos. Multinacional está trabalhando em motor de amônia em parceria com a chinesa GAC Motor.

A Toyota tem afirmado continuamente que o futuro não será apenas dos carros elétricos. Apesar da empresa continuar lançando alguns modelos a bateria no mercado no próximo ano, ela ainda está explorando outras formas de energia. Atualmente, a fabricante estatal chinesa GAC Motor, que é metade de propriedade da Toyota, desenvolveu o primeiro motor de amônia para veículos de passageiros.

Entenda como funciona o novo motor de amônia da Toyota

Um motor de Amônia é basicamente uma categoria de motor de combustão interna que utiliza amônia como fonte de combustível, composta por um átomo de nitrogênio e três átomos de hidrogênio. O que diferencia a amônia é a falta de átomos de carbono, resultando na ausência de emissões de CO2 durante a combustão, ao contrário dos combustíveis convencionais de gás ou petróleo.

Essa característica posiciona o motor de amônia como uma solução promissora para reduzir a poluição no futuro, sendo também uma alternativa aos carros elétricos. Há diversas abordagens para tornar os motores de amônia eficazes, um método envolve a quebra da amônia em seus constituintes: hidrogênio e nitrogênio.

O nitrogênio extraído é então utilizado em uma célula de combustível para gerar energia elétrica. Notavelmente, uma startup chamada Emoji demonstrou essa técnica com o trator John Deere afirmando ser o primeiro trator de emissão zero movido a amônia do mundo.

Uma abordagem alternativa envolve a mistura de amônia com outros combustíveis como o diesel, gás ou hidrogênio, antes de acendê-los juntos. Essa mistura facilita a ignição mais fácil e a combustão sustentada. A MAN Energy Solutions aplicou este método para o desenvolvimento de um motor de amônia de dois tempos construído para fins marítimos.

Quais as vantagens do novo motor da Toyota?

O potencial do motor de amônia tem grande promessa para o futuro, sendo uma alternativa aos carros elétricos. Uma das principais vantagens desses motores está na alta densidade de energia do combustível.

Esse termo se refere à quantidade substancial de energia que pode ser contida em um determinado volume de amônia, essa característica é crucial para o armazenamento e transporte eficiente de energia, tornando os motores de amônia adequados para aplicações onde a alta densidade de energia é um fator crucial. Isso inclui o setores como o transporte e geração de energia, onde o armazenamento e utilização eficazes de eletricidade são essenciais. 

Outra vantagem decorre da ampla disponibilidade de amônia. Sua produção pode ser obtida a partir de diversos elementos, notadamente hidrogênio e nitrogênio, que são abundantes na Terra. Essa acessibilidade reforça ainda mais a viabilidade do novo motor da Toyota como uma solução de energia sustentável. 

Toyota fecha parceria com a GAC

Tendo em vista esses benefícios, a Toyota deu passos significativos, formando uma parceria com a GAC Motors e, juntas, apresentaram um protótipo de motor que opera queimando amônia líquida em um feito aparentemente inovador.

A empresa afirma que seu motor de quatro cilindros de dois litros é capaz de produzir 161 cavalos de potência, enquanto reduz as emissões de carbono em incríveis 90%.

Uma realização tão importante tem implicações significativas para o futuro do design automotivo e para conservação ambiental. A Toyota destaca que a jornada de desenvolvimento foi repleta de desafios, onde a equipe teve que ultrapassar vários entraves.

Esses obstáculos, embora formidáveis, destacam a dedicação e a inovação com foco em tornar este motor de amônia uma realidade. Talvez uma das realizações mais notáveis desse projeto tenha sido superar os desafios inerentes à queima rápida e eficiente de amônia. 

FONTE CLICK PETROLEO E GAS

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade