17 de abril de 2024 12:37

Auxílio de R$ 300 é dado para brasileiros; veja se você pode receber

Governo cria auxílio para brasileiros que paga R$ 300 por mês. Saiba quem pode receber esse dinheiro e veja os requisitos.

Governo cria auxílio para brasileiros que estão em situação de vulnerabilidade. Assim, todos os meses, os beneficiários recebem R$ 300 com o cartão do programa. Para o ano de 2023, o governo separou R$ 32 milhões para custear os repasses para as pessoas que podem participar.

O governo de Goiás possui o “Dignidade”, programa de transferência de renda que tem como público-alvo os idosos que vivem no estado. Esse auxílio para os brasileiros mais velhos garante que eles tenham uma renda extra para comprar itens de necessidade básica.

Como o nome indica, o objetivo do programa é ajudar a oferecer uma vida digna para as pessoas que já passaram dos 60 anos. Os interessados em participar precisam ter uma inscrição no CadÚnico, sistema que o governo do estado utiliza para identificar quem pode receber o dinheiro.

Auxílio vai para brasileiros que atenderem os requisitos

De acordo com a lei que estabeleceu o programa “Dignidade”, o auxílio vai para os brasileiros que moram no estado de Goiás e têm entre 60 anos e 64 anos 11 meses e 29 dias. Além disso, a inscrição no CadÚnico precisa mostrar que eles estão em situação de pobreza ou extrema pobreza.

Entretanto, as pessoas que se enquadram nesses requisitos, mas que já recebem algum outro benefício do governo, como o Bolsa Família ou o Benefício de Prestação Continuada, não terão direito a receber o pagamento do “Dignidade”.

Pessoa segurando várias notas de R$ 50 do auxílio para brasileiros de R$ 300
Imagem: rafastockbr / Shutterstock.com

As pessoas que cumprirem esses requisitos vão receber um cartão para poderem movimentar o benefício de R$ 300 que o governo irá pagar mensalmente. Esse auxílio para brasileiros idosos deverá custear obrigatoriamente itens de alimentação, higiene e medicamentos.

Benefício pode ser cortado

Contudo, o governo pode cortar o auxílio quando uma dessas situações acontecerem:

  • O beneficiário completar 65 anos;
  • Em caso de morte;
  • Quando o beneficiário sair da pobreza;
  • Se deixar de atualizar o CadÚnico;
  • Dar informações falsas sobre a sua situação;
  • Deixar de cumprir alguns dos requisitos do programa.

FONTE SEU CRÉDITO DIGITAL

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade