13 de julho de 2024 18:53

Inacreditável! O que esconde o hambúrguer que você ama no McDonald’s?

Diversos rumores e boatos rondam a famosa franquia de restaurantes, mas uma revelação de um antigo colaborador deixou todos estarrecidos.

O McDonald’s existe há várias décadas e, por conta de tanto tempo de trajetória, não é de se estranhar que seu cardápio seja bastante variado. Inclusive, ele pode apresentar itens surpreendentes, a depender do país onde a franquia se situa.

Dentre as alternativas mais populares conhecidas hoje, podemos citar o Big Mac, o Big Tasty, o Cheeseburger, entre tantos outros.

Todas as opções são saborosas, mas cada uma possui suas particularidades. Porém, existem algumas lendas urbanas que permeiam a história da famosa lanchonete, e uma das mais divulgadas refere-se à qualidade da carne utilizada.

Afinal, quem é que nunca ouviu aquele velho mito alegando que a rede de fast-food usa minhocas para compor seus cortes? Tal conto era inclusive muito popular nos anos 1990 e no começo da década de 2000, ganhando muito espaço nas discussões em fóruns e redes sociais.

Logo, é claro que isso não é verdade, e agora um ex-funcionário da empresa resolveu se pronunciar e revelou alguns segredos do preparo dos lanches que todos amam. Vamos conferir o que o colaborador disse sobre a carne oferecida.

A carne é realmente de boa procedência?

Mike Haracz, ex-chef corporativo do McDonald’s, resolveu se pronunciar sobre o assunto. O antigo funcionário compartilha seus relatos através de sua conta no TikTok, onde já ostenta uma boa quantidade de seguidores.

No perfil, o profissional conta sobre como era seu cotidiano trabalhando para uma das maiores empresas do mundo.

De acordo com ele, todos os hambúrgueres eram compostos por 100% de carne bovina, e o insumo vinha do mesmo local.

Porém, enquanto a maior parte dos lanches utilizava itens congelados, o Quarteirão com Queijo era feito com elementos fritos na hora, ou seja, frescos.

Tal diferenciação confere uma experiência única de sabor para o cliente, incentivando o público a pedir a opção mais cara com maior frequência. Haracz alega também que a companhia aproveita diversos tipos de cortes, como contrafilé e peito.

Seguidamente, as peças seriam moídas, sem a adição de conservantes ou demais químicos, garantindo um padrão de qualidade para todos os sanduíches. Os únicos elementos adicionados posteriormente eram o sal e a pimenta, cuja função era manter a consistência do gosto.

Portanto, da próxima vez que visitar uma unidade do McDonald’s, pode comer tranquilo, pois o que você está ingerindo é carne de verdade. Aproveite também para experimentar o lanche recomendado pelo chef, o Quarteirão com Queijo, e veja por si mesmo se ele é realmente mais gostoso.

FONTE CAPITALIST

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade