18 de junho de 2024 23:11

Citroën sacode o mercado automotivo com lançamento de R$ 60 mil, deixando a Chevrolet em alerta

O lançamento do novo carro da Citroën no mercado brasileiro está próximo, prometendo agitar a concorrência com preço competitivo de R$ 60 mil e colocando a Chevrolet em alerta.

Os carros são, indiscutivelmente, um objeto de desejo para inúmeros brasileiros, com muitos aspirando ter um veículo zero km em sua garagem. Neste contexto, o lançamento do novo carro da Citroën está gerando expectativas significativas no mercado automotivo. Este modelo promissor está preparado para impactar fortemente o segmento e colocar concorrentes, como a Chevrolet, em estado de alerta.

Confira todas as informações sobre o novo carro da Citroën que chega em breve no mercado automotivo

A Citroën, uma das líderes globais no setor automotivo, está se preparando para lançar um novo SUV no próximo ano. Conforme informações do portal Carros 2023, este lançamento tem como alvo a concorrência direta com marcas renomadas, como a Chevrolet, e promete preços atrativos para os entusiastas de veículos. O carro é tido como a próxima geração do Citroën C3 Aircross, que fez sua estreia no mercado automotivo em 2012. À medida que a data de lançamento se aproxima, mais detalhes sobre este aguardado SUV compacto estão sendo revelados.

A Citroën anunciou, no final de outubro, que o modelo, destinado a colocar a Chevrolet em alerta, será equipado com um motor 1.0 turbo de 130 cavalos e 20,4 kgfm de torque. Este motor já é utilizado em diversos outros modelos da Stellantis, incluindo os Fiat Strada, Fastback e Pulse, assim como no Peugeot 208.

Ainda não está confirmado se o novo SUV da Citroën também oferecerá o motor 1.6 turbo de 118 cavalos, presente no hatch C3 e nos modelos Peugeot 208 e 2008. Em resposta a questionamentos sobre o tema, a Citroën declarou que mais informações sobre a linha do modelo serão disponibilizadas no momento do lançamento.

Novo carro da Citroën vai de 0 a 100 km/h em menos de 10 segundos

A Citroën confirma que o novo carro equipado com motor 1.0 turbo será acompanhado por uma transmissão automática CVT, oferecendo 7 marchas virtuais. Ainda que a montadora não tenha divulgado dados específicos sobre o consumo ou desempenho dessa motorização, especula-se que, dada a semelhança com o Fastback em termos de porte, a aceleração de 0 a 100 km/h possa ser realizada em menos de 10 segundos. Em um comunicado recente, a marca também sugeriu a possibilidade de versões com menos de sete lugares.

Adicionalmente, a Citroën revelou que os assentos da terceira fila serão removíveis, permitindo assim uma expansão significativa da capacidade do porta-malas.

O interior do veículo promete ser moderno e tecnológico, incluindo uma central multimídia de 10 polegadas compatível com Apple CarPlay e Android Auto, um painel de instrumentos digital de 7 polegadas, entre outras características marcantes.

Chevrolet não fica atrás e revice carro por um preço atraente de R$ 43 mil

Embora ainda não tenha feito um anúncio oficial no mercado brasileiro, a Chevrolet reagiu ao lançamento do novo carro da Citroën lançando o renovado Monza no mercado asiático. O modelo, oferecido por um preço atraente de R$ 43 mil, se destaca pelo seu design modernizado.

No interior, o Monza exibe duas telas de 10,25 polegadas, integradas numa única moldura, que funcionam tanto como quadro de instrumentos quanto como central multimídia, similar ao Tracker RS vendido na China. O carro também inclui recursos como carregador por indução para smartphones, freio de estacionamento eletrônico, bancos dianteiros aquecidos, monitoramento de pontos cegos e retrovisores externos com desembaçador.

Na versão de entrada, o Monza vem equipado com um motor 1.5 de quatro cilindros, entregando 109 cavalos e 14,3 kgfm de torque, uma configuração já familiar para o público chinês. Disponível com transmissão automática ou manual de seis marchas, este motor permite ao Monza acelerar de 0 a 100 km/h em 12,9 segundos. Em termos de eficiência, o consumo é de 17 km/l na cidade e 20 km/l em rodovias, conforme o ciclo de testes chinês.

FONTE CLICK PETRÓLEO E GÁS

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade