18 de abril de 2024 17:22

Com medidas impopulares, prefeito interino de Entre Rios cancela festas, carnaval e festival gastronômico; orçamento de 2024 é o maior da história

Menos de 10 dias de assumir como prefeito interino de Entre Rios de Minas, o Vereador Roni Alves, o Roni Enfermeiro (MDB) assumiu em um cenário de dívidas que chegam a mais de R$8 milhões. Já diante do contingenciamento de despesas, em função da queda de receita, a Prefeitura Municipal de Entre Rios de Minas através da Secretaria de Cultura Esporte Lazer e Turismo divulgou no começo da tarde desta quinta (21), o cancelamento de eventos como “Festival Gastronômico”, “Reveillon 2024”, e “Carnaval 2024”. Novas medidas devem ser adotadas nos próximos dias para o equilíbrio financeiro das contas públicas visando não comprometer a capacidade de investimentos.

As medidas são impopulares, mas ao certo as festas movimentam a economia, gera renda e empregos como promove o turismo na cidade com desdobramentos na cadeia produtiva, como bares, restaurantes e pousadas. A cidade fica riscada do mapa do calendário e eventos e do turismo regional. Entre Rios tem na economia criativa uma mola propulsora para o crescimento e desenvolvimento de atividades afins, para diversificar a base da economia.

Mesmo com dívidas, o prefeito interino tem em suas mãos para administrar a cidade o maior orçamento previsto da história de Entre Rios de Minas, chegando ao recorde de mais de R$97 milhões.

Se não cair na tentação política do “toma lá, dá cá” ou na política como balcão de negociações, mas elecando prioridades e uma gestão comprometida e responsável, Roni Enfermeiro pode fazer um mandato capaz de alça-lo a disputa de 2024. Nos bastidores, os boatos são de mudanças administrativas e no secretariado. Por enquando, Roni adota uma postura cautelosa e prudente.

Pesquisa

Há cerca de 15 dias, uma pesquisa eleitoral via telefone, ainda na turbulência política de cassação do prefeito José Walter, foi feita entre os eleitores de Entre Rios com mais de 350 consultas.

Apenas 3 nomes constatavam o questionário: Bruno Saldanha, Alexandre Tristão e Marinho da Farmácia. Porém o cenário conturbado mudou por completo a configuração eleitoral com novos nomes, entre eles o empresário Cristiano Cardoso. Nossa reportagem recebeu diversos telefonemas da expectativa de novos nomes, alguns de peso. A corrida municipal já foi desencadeada e a cassação do prefeito antecipou ainda mais a disputa.

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade