20 de abril de 2024 17:09

Minas Gerais liderou crescimento turístico no país em 2023

Estado foi o que mais registrou variação no volume de atividade turística no Brasil; foram 31 milhões de visitantes e geração de R$ 34 bilhões com atividades ligadas ao turismo

Minas Gerais liderou o crescimento turístico no país em 2023, já que o estado ocupou o primeiro lugar na variação do volume da atividade turística acumulada dos últimos 12 meses, que leva em consideração serviços ligados ao turismo, a exemplo de hotéis, transportes, agências de viagens e restaurantes. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados pela Agência Minas.

No total, o estado recebeu 31 milhões de turistas no ano passado, em que a atividade turística movimentou cerca de R$ 34 bilhões.

Também foram criados aproximadamente 50 mil empregos na economia da criatividade, segmento que é o principal gerador de empregos no estado atualmente. O número corresponde a 26% de todos os 187.866 postos de trabalho gerados em Minas até novembro, segundo dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

De acordo com o Sebrae, a economia criativa envolve atividades, produtos ou serviços desenvolvidos a partir do conhecimento, criatividade ou capital intelectual de indivíduos com vistas à geração de trabalho e renda.

Crescimento no aeroporto de BH

Aeroporto de Belo Horizonte recebeu maior número de passageiros em 2023 desde o início da pandemia / Divulgação

Quem também viu os números crescerem foi o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, que em 2023 registrou circulação de 10,5 milhões de passageiros – esta foi a primeira vez após a pandemia que o terminal superou a marca de 10 milhões de pessoas.

Segundo dados do aeroporto, 1 milhão de passageiros passaram pelo local apenas no último mês de dezembro, com empurrão do início das férias e das festas de fim de ano.

A malha aérea também aumentou: de dois voos internacionais em 2022, o aeroporto passou a operar, ao todo, oito voos com destinos estrangeiros em 2023, incluindo Orlando, Bogotá e Buenos Aires, assim como 10 novas rotas domésticas foram implementadas.

Rotas turísticas

Um dos puxadores da atividade turística no estado são as rotas turísticas, principalmente no interior. Um dos exemplos mais recentes em Minas é a rota Cafés do Cerrado, lançada em novembro e que fica sediada em Patrocínio, que oferece uma imersão pelo mundo de grãos premiados e do processo do café.

Junto dela, outras duas rotas foram lançadas no estado: Cafés do Sul de Minas, que engloba as cidades de Três Pontas, Cambuquira, São Lourenço, Caxambu, Baependi e Cruzília; e a Rota das Artes, que abrange Belo Horizonte, São Joaquim de Bicas, Igarapé, Brumadinho, Congonhas, Ouro Branco, Ouro Preto e Mariana.

As novidades fazem parte do Diversifica, projeto do programa Mais Turistas, elaborado em parceria com o Sebrae Minas. O objetivo é estruturar 16 novas rotas nos segmentos gastronômico, cultural, religioso, de aventura e de natureza nos mais variados municípios do estado.

Vale dizer também que o Caminho da Estrada Real, conjunto de caminhos da época Imperial que abrange localidades em Minas e também no Rio de Janeiro e em São Paulo, foi reconhecido como um monumento nacional mediante lei publicada em outubro.

Eventos

No ano passado a capital mineira recebeu a 1ª Bienal de Gastronomia ao longo do mês de outubro, que contou com uma série de palestras, mostras culinárias, seminários e projetos especiais junto de chefs brasileiros e internacionais renomados.

Já nas cidades históricas, Tiradentes foi palco para a 26ª edição do Festival Cultura e Gastronomia no mês de agosto, em que foram 10 dias de muita gastronomia, jantares de chefs estrelados, cozinhas ao vivo, cursos, aulas, shows e apresentações artísticas.

Também no mês de agosto ocorreu a 1ª Semana de Arte Contemporânea de Ouro Preto, que teve o objetivo de fomentar as expressões artísticas contemporâneas e promover a identidade cultural da cidade.

Em setembro, o Festival Fartura realizou sua 2ª edição em Inhotim, o maior museu a céu aberto do mundo e que em julho estreou uma galeria dedicada exclusivamente à artista japonesa Yayoi Kusama.

FONTE CNN BRASIL

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade