Alerta dos vereadores: orçamento curto vai exigir criatividade e cortes de gastos a Márcio Marcus

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

 

Do orçamento de quase R$217 milhões para 2017, 65% estão

comprometidos com saúde e educação

 

A Câmara aprovou ontem à noite, dia 1º, por unanimidade, o novo orçamento para 2017 no valor exato de R$216.982.894,54, um aumento de 10% no orçamento em relação ao ano anterior.

Com plenário vazio, Câmara aprovou novo orçamento de R$ 217 milhões para 2017/CORREIO DE MINAS
Com plenário vazio, Câmara aprovou novo orçamento de R$ 217 milhões para 2017/CORREIO DE MINAS

Porém o nome mais lembrando foi do futuro prefeito Mário Marcus (DEM). Nas mais diversas falas e discursos, o tom era de alerta e precaução sobre a pequena margem de recursos para investimentos. “Eu não votei nele, mas torço por ele. Orçamento curto vai exigir criatividade e que ele não se renda a cultura do empreguismo e enxugue a máquina”, exortou Toninho do PT. “Precisamos de um prefeito com um novo perfil”, completou.

Já Gildo Dutra (VP) fez um diagnóstico pessimista e sombrio para a economia brasileira com reflexos diretos na queda de receita. “Estamos falando em previsão de R$217 milhões, mas deve haver uma queda de 10% a 15% no valor total. O ano que vem será dificílimo. O prefeito terá uma margem de recursos muito pequena para trabalhar e investir”, alertou. “Olha o valor é muito grande e se o prefeito quiser faz muita coisa. Vai depender da inteligência dele de saber usar bem o orçamento”, considerou Divino Pereira (PSL).

Outro ponto para o novo prefeito é que ele ganha a possibilidade de 25% de remanejamento do orçamento sem autorização legislativa, garantindo mais independência e autonomia a futura gestão.

Saúde e educação

Os números dos vereadores apontam que está em torno de R$10 milhões o que Mário Marcus terá disponível de sobra para investimentos. O restante são recursos carimbados em eras como saúde e educação, funcionalismo, repasse a Câmara, etc.

Na saúde estão previstos investimentos de quase R$79 milhões e na educação o valor chega a R$64,7 milhões. As duas áreas somadas chegam perto de R$144 milhões, o que corresponde a 65% do orçamento. O repasse a Câmara Municipal tem previsão em torno de R$ 7 milhões.

Vereador Pedro Américo/arquivo
Vereador Pedrinho (PT) apresentou 18 emendas na áreas social, cultura e esportiva/arquivo

Pedrinho é o campeão de emendas

A Câmara aprovou o orçamento para 2017 com 18 emendas apresentadas pelo vereador Pedro Américo (PT). Ele conseguiu reduzir cerca de R$250 mil de diversas de setores diversos para redistribuir os investimentos em áreas prioritárias como apoio de mais de R$150 mil aos hospitais, R$118 para ONG’s, R$50 mil para entidades esportivas e R$42 mil para a cultura entre outras áreas sociais atendidas como mais recursos.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
FacebooktwitterFacebooktwitter

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *