Após reunião com empresa, funcionários mantém paralisação do transporte público

19
Funcionários da Viação Presidente permanecem paralisados em Lafaiete / CORREIO DE MINAS

Permanece o impasse entre os funcionários e a Viação Presidente. Em uma rodada de conversas entre as partes, a empresa alegou que não tem recursos para quitar os salários dos trabalhadores. Segundo Ivanildo Abranches, Presidente do Sindicato dos Rodoviários de Conselheiro Lafaiete, a Presidente não apresentou qualquer alternativa de garantia do pagamento. “Não caso não haja os pagamentos, os funcionários permanecerão paralisados”, assinalou. Ele disse que a direção alega queda no faturamento em função da pandemia.  “Infelizmente a única solução encontrada pela classe foi paralisar as atividades. A gente pede a compreensão a população já que nós todos somos vítimas da empresa”, finalizou.
Os funcionários permanecem aguardando um posicionamento da empresa.