Audiência pública vai discutir instalação da APAC no Rancho Novo; reação de moradores forçou Gerdau a mudar terreno

11

Câmara Municipal de Lafaiete marcou para o dia 29, a partir das 18:00 horas a audiência pública para discutir a instalação Associação de Proteção e Amparo aos Condenados (APAC). A reunião atende um pedido da Federação das Associações dos Moradores de Conselheiro Lafaiete (Famocol) juntamente com a Associação de Moradores do Bairro Rancho Novo.

A informação de que um novo local estaria sendo estudado como alternativa para construção da Apac/CORREIO DE MINAS

Haverá um ônibus estacionado em frente a Mercearia União que levará e trará os participantes para a Câmara Municipal. A saída está marcada para as 18:00 horas.

A situação

Há mais de 40 dias, os moradores e sitiantes do Bairro Rancho promoveram uma reunião na qual se posicionaram contra a construção da sede da APAC de Ouro Branco em uma área doada pela Gerdau, fica próximo a Varginha, Monumento de Tiradentes, bem perto da MG G129. A reação dos moradores foi imediata com uma mobilização já que o terreno estaria em grande parte dentro do Município de Lafaiete. Os moradores temem pela segurança.

A iniciativa da obra é da prefeitura de Ouro Branco em parceria com a direção da APAC de Lafaiete.

Recuo

Após a reação dos moradores, o Ministério Público recebeu uma representação da FAMOCOL quando foi instaurado inquérito civil. Requisitadas informações à Gerdau, a siderúrgica comunicou que, de fato, a área que se pretendia doar estava dentro do Município de Lafaiete, mas que estaria aberta à alteração caso se constatasse a impropriedade dessa situação. Posteriormente, a direção da APAC Ouro Branco entrou em contato com a Promotoria de Justiça de Lafaiete e informou que houve alteração na área a ser doada, de modo que a nova área não estaria mais nos limites do Município de Conselheiro Lafaiete. O Ministério Público vai contatar a Gerdau para obter essa informação de forma oficial.

Veja Também:

Câmara vai discutir instalação da APAC em audiência pública; novo local estaria já sendo discutido

Sem consenso: audiência pública vai debater obra da APAC e comunidade do Racho Novo contesta obra