Auxílio Emergencial: 4ª parcela começa em 10 dias com novos cortes

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Apesar do Auxílio Emergencial ter ganho mais duas parcelas de R$ 600, nada garante que os brasileiros que já estão recebendo o Auxílio ou os novos aprovados continuem recebendo o benefício. No final de junho o Ministério da Cidadania já havia informado que os beneficiários passarão por uma nova análise antes de serem creditados.

Com isso, antes do pagamento da quarta parcela começar o sistema vai averiguar as informações do beneficiário e se o mesmo ainda cumpre com todos os requisitos necessários para recebimento do auxílio.

Suspensões no pagamento

auxilio emergencial

Um exemplo que podemos dar para o não recebimento da quarta parcela está relacionado aos cidadãos que estavam recebendo o auxílio e estavam desempregados e que no meio tempo conseguiram um emprego de carteira assinada, ou também quem começou recebendo o auxílio emergencial quando não recebia o seguro desemprego, mas agora recebe, para este o benefício do auxílio emergencial também será cortado.

Veja quais são os motivos que podem excluir você da próxima parcela:

  • Contratação no período: o usuário conseguiu um emprego formal durante o intervalo de tempo de recebimento do auxílio. A regra também se aplica a membros, caso faça a renda familiar subir para além do estabelecido;
  • Recebimento de seguro-desemprego: os beneficiários que começaram a receber o seguro-desemprego depois da aprovação do cadastro, não podem acumular os benefícios;
  • Recebimento de benefícios previdenciários: caso o usuário comece a receber aposentadoria, pensão, auxílio-doença ou suporte de  programas de transferência de renda do governo (com exceção do Bolsa Família). Essa regra também inclui membros da família;
  • Aumento da renda familiar: se, por qualquer outro motivo, a renda mensal por membro da família ultrapassar meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar total de até R$ 3.135;
  • INSS: fez contribuição individual ao INSS sobre um valor superior a R$ 3.135 ou que indique renda por pessoa acima de R$ 522,50;
  • Recebimento de prestação de serviços: empresa para a qual o beneficiário presta serviço realizou pagamento  superior a R$ 3.135 ou que indique renda por pessoa acima de R$ 522,00.

Governo já cortou 595 mil benefícios

O governo começou a realizar cortes no Auxílio Emergencial, num total de 565 mil pessoas já foram excluídas. O estados mais atingidos foram Maranhão, Bahia, Paraíba e Ceará, com maior número de servidores que receberam o auxílio de forma irregular.

Na lista dos 565 mil cortados estão presos, brasileiros que moram fora do país e funcionários públicos. A Controladoria-Geral da União ao cruzar os dados dos cadastros no benefício com os dos Tribunais de Contas dos estados, descobriu a fraude.

O que chama a atenção é o número de servidores que receberam o auxílio de forma irregular, foram 395 mil em todo o país.

Calendário da quarta parcela

Os brasileiros beneficiados que recebem daqui a 10 dias a 4ª parcela são de inscritos no Bolsa Família. Vale lembrar que para receber as parcelas extras não é necessário fazer nenhum tipo de solicitação, se você ainda se enquadra nas exigências para o recebimento, você receberá as parcelas de prorrogação.

O pagamento do Auxílio Emergencial para cadastrados no Bolsa Família acontecem de acordo com o último digito do Número de Identificação Social (NIS). Precisa ser lembrado que diferente dos outros beneficiários do programa, os inscritos no Bolsa Família já possuem seu calendário pré-definido de acordo com o NIS.

Calendário de pagamento da 4ª parcela

Número final do NIS Data de recebimento
NIS final 1 20 de Julho
NIS final 2 21 de Julho
NIS final 3 22 de Julho
NIS final 4 23 de Julho
NIS final 5 24 de Julho
NIS final 6 27 de Julho
NIS final 7 28 de Julho
NIS final 8 29 de Julho
NIS final 9 30 de Julho
NIS final 0 31 de Julho

(Jornal Contábil)

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
FacebooktwitterFacebooktwitter

Comentários

Comentários

Um comentário em “Auxílio Emergencial: 4ª parcela começa em 10 dias com novos cortes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *