Copasa anuncia investimento de R$ 10 milhões no sistema de esgoto de Conselheiro Lafaiete

130

 

Mais de 65 mil moradores serão beneficiados com a construção da Estação de Tratamento de Esgoto Ventura Luiz

 

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) e a Prefeitura de Conselheiro Lafaiete assinam nesta sexta-feira, 6, a Ordem de Serviço que permitirá o início das obras de implantação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Ventura Luiz. O ato foi realizado na sede da administração municipal, às 9h30, e contou com a presença do Diretor de Operação Centro-Leste da Copasa, Frederico Delfino, e do Prefeito de Conselheiro Lafaiete, Ivar de Almeida de Cerqueira Neto. A Companhia e o executivo municipal também trataram de questões administrativas do contrato de concessão de programa.

 

“Com investimento de R$ 10 milhões, a ETE Ventura Luiz será construída na região do Água Preta e irá beneficiar diretamente a vida de 65 mil moradores de Conselheiro Lafaiete”, explica o Diretor de Operação Centro-Leste da Copasa, Frederico Delfino.

 

De acordo com Frederico Delfino, com a interceptação e o tratamento do esgoto, a obra irá contribuir para a revitalização dos córregos da Bacia do Ventura Luiz. “Além de melhorar a qualidade de vida da população, o tratamento do esgoto evita infiltrações de águas poluídas que acabam contaminando o solo e atingindo reservas subterrâneas de águas, comprometendo a qualidade da água e fazendo com que sua disponibilidade fique cada vez mais escassa”, afirma.

A ETE Ventura Luiz tem previsão de início imediato e funcionará pelo método convencional, com tratamento preliminar, reator USB, filtro anaeróbio, leitos de secagem de lodo e de escuma. A ETE terá capacidade para tratar até 120,5 litros de esgoto por segundo.

Além da construção da ETE Ventura Luiz, a Copasa também está investindo R$ 12,7 milhões na implantação de 7.500 metros de interceptores de esgotos e na construção de elevatórias de esgoto.

A Copasa em Conselheiro Lafaiete 

Conselheiro Lafaiete está localizado na Região Central de Minas Gerais e pertence à Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco. A Copasa assumiu os serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário de Conselheiro Lafaiete em 1980. A água chega aos imóveis por intermédio de cerca de 25.000 metros de redes de distribuição.

Foto:arquivo