Enquanto Lafaiete e Ouro Branco perderam 845 empregos, Congonhas criou mais de 400 postos de trabalho

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A pandemia atingiu em cheio as economias de Lafaiete e Ouro Branco. As duas perderam juntas 845 postos de carteira assinada entre janeiro a maio de 2020. O desastre é maior em Lafaiete que chegou a 554 desempregados e Ouro Branco 291. Por outro lado, Congonhas gerou 403 novos empregos.
Os dados são do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados pelo Ministério da Economia.
Os números de Lafaiete correspondem a uma queda 60% se comparado com 2019. Ouro Branco perdeu a meta do total empregos gerados no ano passado. Já Congonhas já gerou neste ano quase 90% do total de postos de trabalho que em 2019.

Brasil
O Brasil fechou 331.901 postos de trabalho com carteira assinada em maio. Foi o pior desempenho para o mês desde o início da série histórica, em 2010. Com o resultado de maio, o corte de vagas acumulado em 2020 soma 1.144.875, o pior desempenho para o período também desde 2010.

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
FacebooktwitterFacebooktwitter

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *