Evangélicos se reuniram em louvores de fé e oração

12

O Sábado de Aleluia, celebrado no dia 20, foi marcado pela 22ª edição do Sermão da Montanha, um encontro que reuniu dezenas de evangélicos na Praça JK. A noite gospel contou com a participação de diversas atrações musicais e de pastores, que deixaram mensagens de fé ao público presente. O evento, que faz parte do calendário oficial de festas do Município, teve apoio da Prefeitura e da FUMCULT.

Em um momento de reflexão, o pastor Helbert Malvino, ao lado do prefeito Zelinho/DIVULGAÇÃO

Entre as atrações musicais de destaque estavam Coral Kemuel, Igão e Banda, Gabi Sampaio, Jorge Ortany, Lucas Malard e Edy Rodrigues. Os pastores Hamilton e Waterson Salles e as pastoras Clarisse Gomes e Sislene Souza também participaram. Em um momento de reflexão, o pastor Helbert Malvino, ao lado do prefeito Zelinho – que prestigiou o evento – e do pastor Evandro Alves de Almeida, abençoou o público. Aconteceu, ainda, uma homenagem às vítimas da tragédia de Brumadinho, além da consagração do pão, peixe e óleo.

O prefeito Zelinho destacou que Congonhas é uma cidade abençoada. “Por isso, com todas as dificuldades que temos passado, estamos conseguindo vencer. São várias ações realizadas e várias obras inauguradas. Inauguramos uma creche no Alvorada para atender 200 crianças. Isso é uma bênção. Em primeiro lugar, tenho que agradecer muito a Deus, à Câmara Municipal por me apoiar, aos secretários, à população que acredita no nosso Governo. Sempre participo do Sermão da Montanha, para aqui recebermos as bênçãos, para nos dar forças para enfrentar os obstáculos. Com muita fé, acreditando muito em Deus, estamos vencendo”, completou.

O pastor e vereador Evandro Alves de Almeida observou que o Sermão da Montanha já virou tradição em Congonhas, fazendo parte do calendário oficial de eventos do Município. “Queria publicamente agradecer ao prefeito Zelinho. É muita gente que está envolvida na organização deste evento”, disse, ressaltando, ainda, que o público tem gostado do novo espaço para realização do encontro, já que a Romaria está passando por uma requalificação.

Para a moradora do Dom Osar, Regilaine de Assis, o Sermão da Montanha é importante porque dissemina a palavra do Senhor. “É o que estamos precisando no momento. Precisamos desse momento com Deus. Gostei muito dos louvores, do que foi falado. Nós cremos na ressurreição de Cristo, que Jesus morreu e no terceiro dia ressuscitou. A Páscoa, para mim, representa a ressurreição de Cristo, ressurgiu para nos dar a vida”, disse.