fbpx
19 C
Conselheiro Lafaiete
quarta-feira, 30 setembro 2020
Início Nacional Pente-fino do INSS pode suspender benefícios; 1,7 milhão serão analisados

Pente-fino do INSS pode suspender benefícios; 1,7 milhão serão analisados

Após o recebimento da notificação, segurados terão 60 dias para enviar a documentação solicitada, e evitar a suspensão ou até mesmo bloqueio do benefício.

O pente-fino do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) aponta que 1,7 milhão de segurados apresentaram algum indício de irregularidade para o recebimento dos benefícios da Previdência Social. O instituto começou a notificar essas pessoas nesta semana.

Quem receber a carta, terá que apresentar novamente os documentos que embasaram a concessão do benefício. Os segurados terão 60 dias para enviar a documentação solicitada, preferencialmente pelo site ou aplicativo Meu INSS. Também é possível regularizar a situação em uma das agências do INSS, desde que seja feito agendamento prévio.

Vale ressaltar que o beneficiário que for notificado e não apresentar a documentação no prazo de 60 dias poderá ter o benefício suspenso. Após 30 dias da suspensão, o benefício será bloqueado.

Parceria com os correios

Com o intuito de oferecer uma opção a mais para o envio das documentações, o INSS fez uma parceria com os Correios, que vai disponibilizar a carta de exigência de forma online. O serviço, chamado de ‘Entrega Digital’, pode ser acessado pelo aplicativo dos Correios. Essa plataforma permite que os beneficiários tenham acesso às correspondências, mesmo diante de situações que impossibilitam a entrega das cartas físicas, como endereços desatualizados.

“A parceria com os Correios nos possibilitará uma comunicação efetiva com o beneficiário, especialmente com a disponibilização da carta em meio digital. Desta forma, o INSS espera receber com mais celeridade as documentações exigidas na carta de exigência, o que possibilitará uma resposta mais rápida ao cidadão e, consequentemente, a diminuição de possíveis fraudes e pagamentos indevidos”, ressaltou o presidente do INSS, Leonardo Rolim.

Envio da documentação

Quem optar por regularizar a situação pelo site ou aplicativo, terá que efetuar o login no Meu INSS. Em seguida, deve escolher a opção ‘Atualização de Dados de Benefício’, anexando cópia digitalizada dos seguintes documentos: CPF, RG, certidão de nascimento ou casamento, titulo de eleitor e carteira de trabalho. A documentação tem que ser do titular do benefício, do procurador ou representante legal, se houver.

Para entregar os documentos na agência, será necessário fazer o agendamento prévio. Basta ligar para o telefone 135 e escolher a opção ‘Entrega de Documentos por Convocação’.

Outra opção é acessar o aplicativo Correios, após realizar o cadastro. Na opção ‘Minhas Mensagens’, o usuário poderá abrir sua própria caixa de correspondência digital, e verificar se foi notificado pelo INSS para entrega de documentação. Vale ressaltar que por enquanto o app só está disponível no sistema Android. (Edital Concursos)

Mais lidas

Luto: morre o presidente do Clube Dom Pedro II

Faleceu nesta tarde (29) o presidente do Clube Dom Pedro II em Lafaiete, Milton Soares Ferreira. Ele estava internado ha mais...

Helicóptero chega para socorrer vitimas dentro de carro em chamas na BR040

Um acidente de grandes proporções, envolvendo um caminhão e um carro, deixa a BR 040 totalmente travada nós dois sentindo.