Reviravolta na sucessão de 2018: José Milton resiste a disputa e articula apoio a sua esposa Dra Selma como candidata

29
Ex prefeito José Milton e sua esposa, Dra Selma/Arquivo
Ex prefeito José Milton e sua esposa, Dra Selma/Arquivo

As eleições de 2018 já começaram. Em Lafaiete já estão contabilizados pelo menos 7 candidatos nos planos estadual e federal. Em meio as especulações, surgiu esta semana uma notícia de bastidores de que a corrida eleitoral ganha uma nova postulante. Trata-se da médica e Tenente Coronel PM Selma Carvalho Rocha. As informações são de que ela ainda não teria um ninho partidário definido, mas que não disputaria as eleições pelo PSDB.

O principal fiador de sua candidatura é liderado pelo ex deputado, ex prefeito, o seu esposo, o tucano de alta plumagem José Milton. Um grupo já estaria disposto a apoiar Dra. Selma como uma opção para o plano estadual para a disputa a uma das 77 cadeiras da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Há informações de que ela aceitaria o desafio, mas sua candidatura esbarra em uma condicionante profissional. Prestes a ganhar uma promoção em sua carreira militar, Dra. Selma será elevada a patente de Coronel. Caso seja candidata ela correria o risco de ter a sua promoção adiada ou mesmo perderia o novo título da PM. Este será o grande imbróglio que trava a sua candidatura.
O nome da Dra. Selma não tem desgaste e seu perfil encaixa no momento em que a população exige renovação política. Por outro, José Milton já teria desistido da candidatura por diversas razões entre as quais o momento político desgastante pelo qual a classe política passa perante a opinião pública. O ex prefeito já confidenciou que está desanimado em assumir sua candidatura a deputado federal que ele lançou no dia 20 março deste ano em um evento ocorrido na Câmara Municipal quando foi eleito presidente do PSDB municipal.
À época ele defendeu maior representatividade política de Lafaiete e região nas duas esferas. A retirada da candidatura de José Milton abre espaço para sua esposa, como por outro lado acirra a disputa pelos votos dos mais de 78 mil eleitores lafaietenses. Situação idêntica A situação de José Milton e Dra Selma guarda certa semelhança com o casal Carlos Alberto e Dâmina Pereira. Ele foi ex prefeito de Lavras e em 2010 chegou a suplência de deputado federal com quase 60 mil votos pelo PSL. Quantos pensavam que o empresário entraria na disputa em 2014, ele apoiou sua esposa a chegar a Câmara Federal com quase 53 mil votos. A exemplo de Damina que assumiu a secretaria de assistência social quando seu marido era prefeito, Dra. Selma Carvalho também desenvolve um trabalho social na Colônia dos Diabéticos.