Sete municípios da região têm propostas selecionadas para o “Minha Casa, Minha Vida” Rural

Sete prefeituras da nossa região foram selecionadas como proponentes pela portaria 354/2024 do Mcidades com 12 propostas para o MCMV- Rural as famílias de renda bruta anual de R$ 31.680,00. O quantitativo das propostas de UH chega a 393. Rio Espera,lidera com três propostas mas, é Piranga que tem o maior quantitativo de UH selecionada. Segue abaixo o quadro das Prefeituras proponentes e o quantitativo das propostas selecionadas:

1- Rio Espera – 68 (3)
2- Itaverava – 84 (3)
3- lamim – 58 (3)
4- Piranga – 100 (2)
5- Capela Nova – 42 ( 1)
6- Casa Grande – 30 (1)
7- Caranaiba – 11 (1)

10 tipos de negócio baratos e lucrativos para abrir em casa

Existem muitas possibilidades de negócio baratas, com alto potencial de lucro que podem ser abertos na sua casa

Empreender é o sonho de muitas pessoas no Brasil. Seja como uma alternativa para fugir do desemprego, a possibilidade de ganhar mais que em um emprego normal, ou mesmo, pela veia empreendedora que muitas pessoas possuem, de fato, abrir uma empresa é o desejo de milhares de pessoas atualmente.

Contudo, muito embora seja o sonho de muitas pessoas, sabemos das dificuldades que é começar um novo negócio, principalmente para aqueles que possuem uma renda pequena e não conseguem juntar dinheiro suficiente para iniciar um negócio próprio.

A boa notícia é que, nem sempre é preciso muito dinheiro para começar um novo negócio, quem quer começar de pouco em pouco, pode optar por iniciar negócios super baratos, onde é possível abrir em casa mesmo, sem a necessidade de ter que alugar um cômodo e ter diversos gastos para iniciar uma empresa.

Para te ajudar nessa jornada, vamos te dar algumas ideias de negócios super interessantes, baratas, e com potenciais de serem super lucrativas, dos quais você pode abrir na sua casa mesmo, sendo está uma das grandes oportunidades para quem sonha em empreender sem precisar de um alto investimento e consequentemente, para começar o mais rápido possível.

1. Serviço de marmitas caseiras

A cozinha caseira sempre tem seu charme, especialmente quando se trata de marmitas que combinam praticidade com sabor. A preparação dessas refeições geralmente inclui itens básicos como arroz, feijão, uma proteína e salada, mas a chave para se destacar nesse mercado competitivo é oferecer um toque único ou especial. “As pessoas estão sempre dispostas a experimentar novos sabores,”, coisas diferentes.

Se você se interessar em vender marmitas, faça diferente, coloque uma embalagem reforçada, tenha sua própria embalagem, abra sua venda nos aplicativos de delivery com iFood e Aiqfome, divulgue suas refeições no instagram, mostre a compra dos produtos, a preparação bem feita e higienizada. Esses diferenciais que farão seu negócio se diferenciar e dar certo.

2. Doces, bolos e salgados para festas e eventos

Seja para pequenas comemorações ou eventos especiais, oferecer kits de festa com bolos decorados, tortas e salgadinhos é uma excelente maneira de ganhar dinheiro com seu negócio. A facilidade de entrega ou retirada no local e o uso de aplicativos de delivery podem expandir seu alcance. Bolos simples, como os tradicionais “bolos de vó”, também estão em alta e podem ser uma adição doce ao seu menu.

3. Pequena padaria artesanal

A panificação nunca sai de moda, especialmente com o crescente interesse por pães de fermentação natural e massas frescas, esses produtos carregam um valor sentimental e um apelo gourmet,. Investir em habilidades de panificação pode abrir portas para um nicho de mercado apaixonado e disposto a pagar mais por produtos de alta qualidade.

4. Marmitas fit congeladas

Este segmento é ideal para atender a uma clientela que busca conveniência sem comprometer a saúde e o bem-estar. As refeições congeladas podem ser direcionadas para nichos específicos, como indivíduos com restrições alimentares, que estão na academia e querem uma comida onde a proteína e carboidratos são pesados, ou aqueles que preferem alimentos orgânicos e veganos.

5. Prestação de serviços profissionais online

Se você possui habilidades em áreas como design, marketing, contabilidade ou psicologia, uma boa ideia é oferecer seus serviços online. Com a popularidade das ferramentas de videoconferência, é possível oferecer consultoria e serviços profissionais de qualquer lugar, facilitando a vida dos seus clientes e a sua.

Já no caso de design, marketing, redação, desenvolvimento de sites, entre outras habilidades, existem muitas plataformas onde você poderá trabalhar como freelancer, como Upwork e Workana.

6. Serviços de catering e coffee breaks in loco

Empreender com um serviço de catering ou organização de coffee breaks é uma ótima opção para quem gosta de gastronomia e tem habilidade para gerenciar eventos. Operando principalmente fora de sua própria cozinha, esses serviços exigem habilidade em planejamento e logística para garantir que tudo seja entregue no tempo e com a qualidade esperada pelo cliente. Esses negócios normalmente requerem que o empreendedor gerencie a operação e coordene equipes que irão até os locais dos eventos para preparar e servir alimentos e bebidas.

7. Empresa de limpeza in loco

Muito provavelmente, aí mesmo na sua cidade, seja ela um grande centro ou uma pequena cidade do interior, existem pessoas e empresas procurando por pessoas para fazer a limpeza, seja de uma casa, clínica, espaço empresarial entre outros.

Vamos imaginar que você conheça algumas pessoas que fazem limpeza, então porque não criar uma empresa de limpezas, onde você fará contato com pessoas e empresas e oferecerá os serviços de limpeza para tais, justamente com as pessoas que você conhece. Você ganha e as pessoas que conhecem também.

Existem até mesmo micro franquias que você pode abrir em casa, justamente com esse objetivo, onde, você baixa um aplicativo e procura uma diarista para trabalhar no dia e hora marcado. Super prático e uma tendência super interessante.

8. Revenda de produtos online

O comércio eletrônico oferece diversas oportunidades para quem deseja empreender com a revenda de produtos. Ao comprar itens em grandes quantidades, é possível obter preços mais vantajosos e, por consequência, margens de lucro atrativas. No segmento de produtos a granel, como grãos, sementes e chás, por exemplo, é possível revender esses itens com uma margem de lucro significativa.

Além disso, marcas de cosméticos e perfumaria frequentemente oferecem programas de revenda que permitem aos empreendedores trabalhar com produtos reconhecidos e ganhar comissões sobre as vendas.

9. Brechó

A moda sustentável ganhou força nos últimos anos, e com isso, a revenda de itens usados tornou-se uma prática popular e lucrativa. Abrir um brechó permite que você venda roupas, sapatos e acessórios que já não usa mais. Você pode abrir um brechó na sua garagem de casa, e também através de plataformas online, utilizando plataformas como OLX, Enjoei e até mesmo redes sociais, é possível atingir um público amplo, combinando a praticidade do e-commerce com o engajamento das redes sociais para promover seus produtos.

10. Serviços de beleza em casa

O setor de beleza continua sendo uma área extremamente em alta para empreendedoras que desejam trabalhar em casa. Serviços como manicure, design de sobrancelhas, depilação e cabelereiro podem ser oferecidos em um espaço adaptado na sua casa, como uma sala ou garagem.

Este modelo de negócio permite aproveitar a clientela local e também ajuda a fortalecer laços comunitários. Com um aumento de mulheres empreendendo, investir em um negócio de beleza pode ser uma excelente oportunidade para entrar no mercado com baixo custo inicial e bom potencial de retorno.

 

FONTE MEU VALOR DIGITAL

Piranga (MG) é selecionada pelo Governo Federal e vai receber 136 moradias no Minha Casa, Minha Vida

Duas Portarias do Mcidades selecionou 13 propostas de 7 cidades da mossa região em duas modallidades do MCMV. Dos sete municípios que teve propostas selecionadas, somente Piranga teve propostas selecionadas nas duas modalidades. O total de Uinidade Habitacionais a serem construídas pelas propostas apresentadas serão de 429 UH , sendo 393 UH pelo MCMV-Rural e 36 UH pela modalidade MCMV- Entidade-Urbana.

As propostas do MCMV Rural tem como proponentes o Ente Público (Prefeitura Municipal) e o MCMV-Entidade-Urbana, a Gas Guaraciaba Assistência Social, entidade privada com sede em Guaraciaba.

Público-Alvo

As propostas selecionadas pela portaria 354/2024 MCMV-Rural são destinados para as famílias do Faixa 1 rural com renda bruta anual de até R$ 31.680,00 e o valor da subvenção é de R$75.000,00 por UH.
Já as propostas do MCMV-Entidades , Portaria 355/2024 são destinadas as famílias que vivem na zona urbana com renda familiar mensal de até R$ 2.640,00.

Piranga

Dos sete municípios, Piranga se destaca com 3 propostas selecionadas, totalizando 136 UH, sendo 100 na zona rural e 36 na cidade. O empreendimento Residencial Vila do Carmo será o primeiro conjunto habitacional na história da cidade com 36 apartamentos. A proponente é a entidade Gás Guararaciaba Assistência Social da cidade de Guaraciaba e os recursos virá do FDS. As UH serão destinados as famílias do Faixa 1 com prioridade para as famílias que estão com moradias nas áreas de risco no bairro Vila do Carmo, onde está localizado o terreno do empreendimento que pertence ao Ente Público (Prefeitura). A Gás Guaraciaba, tem 30 dias , a partir da data de publicação da portaria 355/2024 (09/04) ,o interesse em ratificar a proposta a Caixa e aguardar a prefeitura fazer a doação da área a entidade proponente (Gás Guaraciaba).

  • Foto capa ilustrativa

Moeda comemorativa de R$ 5 tem venda ESGOTADA em 6 horas e valor SURPREENDE brasileiros

Peça provocou alto interesse nos colecionadores

 

FONTE NOTÍCIAS CONCURSOS

FGTS Futuro: Caixa inicia contratações de financiamento para casa própria por famílias de baixa renda. Veja regras

Já é possível contratar financiamentos habitacionais com utilização do FGTS Futuro, programa que visa facilitar a aquisição de imóveis novos e usados pelo programa Minha Casa, Minha Vida por trabalhadores com renda de até R$ 2.640. A Caixa Econômica Federal começou as operações nesta segunda-feira (8).

A cada mês, trabalhadores com carteira assinada recebem o equivalente a 8% de seu salário no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), em depósitos mensais feitos pelos empregadores. Por meio do novo programa do governo federal, depósitos futuros da conta vinculada do FGTS podem ser usados como caução para a obtenção de financiamento habitacional na faixa 1 do Minha Casa, Minha Vida.

Como vai funcionar?

Em uma simulação, é possível entender como a modalidade pode contribuir para o financiamento. Na hipótese de uma família com renda de R$ 2 mil, será possível adquirir um imóvel da seguinte maneira:

  • Financiamento de R$ 100 mil, após análise do banco
  • Acréscimo de R$ 10 mil do FGTS Futuro (a ser pago em até 10 anos);
  • Ajuda extra do FGTS no valor de R$ 30 mil (benefício concedido a fundo perdido)
  • Valor total do imóvel: R$ 140 mil

No processo de contratação do financiamento, a Caixa informará ao trabalhador a capacidade de pagamento para financiamento habitacional, com e sem a utilização dos depósitos futuros. A opção do uso do FGTS futuro poderá ser feita por aplicativo, apenas no primeiro momento da contratação de novos créditos.

Assim, se houver interesse, o trabalhador deve autorizar a realização do caucionamento dos créditos disponíveis nas contas do FGTS por um prazo de 120 meses. E os valores serão bloqueados na conta vinculada até a quitação total do saldo devedor.

E em caso de desemprego?

Segundo a diretriz do governo, o FGTS Futuro será bancado pela contribuição patronal de 8% do salário mensal. No caso dessa família com renda mensal de R$ 2 mil, o valor seria de R$ 160.

Caso o trabalhador seja demitido, o trabalhador não poderá sacar o saldo da conta que estiver comprometido com o financiamento do imóvel. Todo o excedente disponível na conta de FGTS é utilizado para reduzir a dívida, com exceção do recolhimento da multa rescisória de 40% no caso de demissão, que é exclusiva do trabalhador.

O desempregado poderá negociar com a Caixa Econômica a forma de pagamento, usando recursos do seguro desemprego, por exemplo, até uma nova colocação no mercado. Ele poderá também pedir a Caixa uma trégua, como suspender o pagamento das prestações por até seis meses. Neste caso, o saldo devedor será recalculado.

FGTS reservou R$ 97 bi

Caso o cliente não opte pelo uso dos depósitos futuros no momento da contratação do crédito, não será possível fazer isso posteriormente. Mas poderá fazer uso dos recursos já depositados em sua conta vinculada do FGTS, conforme demais modalidades previstas em lei.

O FGTS reservou para este ano um orçamento de R$ 97,15 bilhões para novas contratações dentro do Minha Casa, Minha Vida e mais R$ 8,5 bilhões para quem tem conta no Fundo e não se enquadra no programa.

De modo geral, não é necessário que o beneficiário do Minha Casa tenha conta no FGTS. O valor destinado aos financiamento vem de parte do lucro anual do Fundo. Mas quem é cotista do Fundo pode usar os recursos existentes no FGTS para dar como entrada. Com a nova regra, será possível utilizar também o FGTS Futuro.

No Minha Casa Minha Vida, os juros variam entre 4% e 8,16% ao ano. O prazo de pagamento é de até 35 anos. O programa financia imóveis de até R$ 350 mil em todo o pais.
FONTE EXTRA

FOTOS: Homem passa 40 anos construindo casa subterrânea em caverna para fugir do calor

Imigrante italiano se mudou para Califórnia e decidiu construir moradia a 6 metros abaixo do solo contra o calor

Baldassare Forestiere, um imigrante italiano que foi morar na Califórnia (EUA), resolveu executar um plano incomum para suportar o calor onde mora. Ele construiu sua casa em uma caverna a 6 metros abaixo do solo e que demorou incríveis 40 anos para ser concluída.

Solução para escapar do calor

Incomodado com o calor da Califórnia, o imigrante recém-chegado na nova cidade resolveu executar o plano. Baldassare, então, começou a cavar um porão, 6 metros abaixo do solo para buscar refúgio, descobrindo novas utilidades de morar.

Além das temperaturas mais amenas, o imigrante conseguiu plantar frutas cítricas, algo que não havia conseguido devido a qualidade do solo na cidade.

“Com ferramentas agrícolas simples (uma picareta, uma pá e um carrinho de mão), o jovem imigrante cavou, lascou e esculpiu a implacável terra dura durante 40 anos, tudo em seu tempo livre”, conta o site do local, Forestiere Underground Gardens.

Após cerca de 20 anos de escavação e agricultura subterrânea, Baldassare conseguiu dinheiro suficiente para largar o seu trabalho. As vinhas e árvores frutíferas que ele plantou se beneficiaram das temperaturas mais frias do subsolo e cresceram.

Baldassare ainda tinha planos de abrir um resort subterrâneo para os visitantes se refrescarem no verão, mas morreu antes de concluir seus desejos. Atualmente, o local é administrado por sua família e aberto à visitação do público.

Confira abaixo as fotos da incrível construção:

Sem qualquer formação em arquitetura, Baldassare conseguiu construir arcos de apoio, inspirados nas antigas catacumbas de Roma, na Itália. Ele usou uma mistura de argamassa com a terra que cavou para criar o seu próprio concreto e tijolos - Wikimedia/Carol M. Highsmith

Ao longo de 40 anos, Baldassare escavou um oásis subterrâneo com mais de dez acres de salas, túneis, pátios, grutas e jardins para fazer experiências com a agricultura subterrânea - Flickr/Scott Harrison/Creative Commons

No local da construção, ficava a sua casa com cozinha, banheiro, sala de estar, jantar e dois quartos - Flickr/Scott Harrison/Creative Commons

Nas áreas onde desejava um resfriamento mais natural, ele criou claraboias em formato de cone a fim de empurrar o ar quente para fora e sugar o ar frio para baixo. Apesar de continuar a trabalhar durante o dia, Baldassare conseguiu concluir cerca de 50 salas subterrâneas até a década de 1920 - Flickr/Scott Harrison/Creative Commons

Baldassare conseguiu concluir cerca de 50 salas subterrâneas até a década de 1920 - Wikimedia /Levi Clancy

Uma série de aberturas em toda a casa permite a entrada de luz e deixava o ambiente mais arejado - Wikimedia /Levi Clancy

Com a morte de Baldassare, a sua casa subterrânea segue aberta para visitações do público - Wikimedia /Levi Clancy

FONTE ND DEMAIS

Sonho da casa PRÓPRIA com parcela de R$ 80 foi APROVADO; veja como participar

Ministério das Cidades anunciou alterações significativas para os participantes do programa Minha Casa Minha Vida, nas faixas 1 e 2, facilitando o sonho da casa própria com parcelas de R$ 80.

O programa que concede o sonho da casa própria contempla as modalidades urbana, rural e entidades sem fins lucrativos. As parcelas máximas agora variam entre 10% e pouco menos de 15% da renda familiar, conforme as novas regras publicadas no Diário Oficial da União (DOU).

Cidadãos com o sonho da casa própria com renda familiar de até R$ 1.320 contribuirão com até 10% da renda, com parcela mínima de R$ 80. Aqueles com renda entre R$ 1.320 e R$ 4.400 terão parcelas limitadas a 15%, descontando R$ 66

Os pagamentos pelos beneficiários serão realizados em até cinco anos, totalizando 60 parcelas. O Minha Casa, Minha Vida passa por mudanças significativas na participação financeira do beneficiário. 

Agora, o governo, por meio dos Fundos de Arrendamento Residencial e de Desenvolvimento Social, do Programa Nacional de Habitação Urbana, subsidia uma parte do valor total, deixando o saldo restante do imóvel para as faixas de renda familiar, especialmente em habitações urbanas. 

Essas condições também se aplicam às modalidades rural e entidades sem fins lucrativos, com até 10% do total das unidades habitacionais contratadas pelo programa. O ministro das Cidades, Jader Filho, destacou que essa alteração pode elevar o valor do benefício para até R$ 95 mil.

Expectativas sobre o sonho da casa própria em 2024

O cenário do Minha Casa Minha Vida 2024 promete uma reversão positiva, com a projeção de contratar 187 mil unidades até fevereiro para famílias com renda de até R$ 2.640.

Uma inovação planejada é o FGTS Futuro, permitindo que trabalhadores usem créditos futuros do fundo para pagar parte das prestações ou amortizar financiamentos habitacionais.

Focando em atender trabalhadores informais de baixa renda, a utilização de recursos do Fundo de Garantia da Habitação Popular (FGHab), aproximadamente R$ 800 milhões, está prevista para cobrir riscos em operações de crédito. 

Ministério das Cidades busca ampliar convênios com Estados e municípios, visando aumentar o subsídio à moradia e reduzir o valor a ser financiado na Faixa 1. Parcerias já existem, como com o Mato Grosso, e conversas estão em andamento com Pará Maranhão.

A meta estabelecida é contratar dois milhões de obras até 2026, com prioridade para famílias de menor renda, visando reduzir o déficit habitacional de seis milhões de moradias.

FONTE FDR

Com 1,3 metro de largura e móveis ‘esmagados’: como é viver na casa mais estreita do mundo

Imóvel foi lar do artista austríaco Erwin Wurm, que projetou a casa como espaço de reflexão para uma sociedade que impõe limites aos indivíduos

Quando alguém pensa em uma casa, imagina espaços amplos e bem iluminados, um lugar onde pode passar o tempo com mais conforto do que em um apartamento. Mas e se houver uma casa que rompa com esse modelo e tenha medidas incomuns? Sete metros de altura, 1,3 metro de largura e 16 metros de profundidade. Ela existe e é conhecida como a casa mais estreita do mundo: a Narrow House.

A construção inovadora, projetada e construída em 2010 pelo escultor austríaco Erwin Wurm, foi permanentemente instalada em 2021 na Place Claude Érignac em Le Havre, Normandia, e aberta ao público em 24 de junho de 2022.

A casa original foi construída no final da década de 1960 e foi o lar de Wurm e sua família por vários anos. O artista modelou essa estrutura para fazer uma reflexão sobre uma sociedade restritiva e rígida, onde a expressão pessoal era limitada pelas normas sociais e pela educação rígida.

A Narrow House é cercada por um jardim paisagístico que cria a ilusão de um bairro residencial típico da região. No entanto, entrar na residência é entrar em um mundo surreal.

O interior da propriedade desafia a lógica convencional: os móveis e os objetos parecem estar comprimidos, esmagados, enquanto as paredes apresentam várias fotografias de uma família que confundem qualquer visitante e fazem com que mergulhe em uma jornada pela irrealidade.

A casa não é adequada pra quem sofre de claustrofobia: tem 1,3 metro de largura — Foto: Estúdio Erwin Wurm/Divulgação

À medida que os visitantes se deslocam pela estrutura, as salas se abrem diante deles, mas, por serem tão estreitas, não permitem a entrada de ninguém e podem até criar claustrofobia e fazer com que as pessoas decidam sair.

Outras construções estreitas

Na Inglaterra, há uma casa mais estreita do que os ônibus de dois andares que circulam pela capital Londres. A propriedade em Padtow, na cidade costeira de Cornwall, se destaca por medir – em seu ponto mais estreito – 1,75 metro de comprimento; e seu espaço mais largo mede dois metros e meio de ponta a ponta.

A casa azul celestial brilhante tem 1,75 metro de largura em seu ponto mais estreito — Foto: rightmove.co.uk/Divulgação

A comparação mais engraçada é que os famosos ônibus vermelhos de dois andares que circulam pela capital inglesa são um centímetro mais largos do que essa casa.

Com a fachada pintada de azul claro brilhante, a minicabana, localizada a uma curta caminhada da praia, é anunciada como uma casa de férias e é usada por seus proprietários por cerca de 30% do ano.

Subsídios, engenheiros ousados e baterias baratas: como a China construiu a BYD, empresa que desbancou a Tesla

No meio da área turística e a oeste do centro da cidade, a construção atrai a atenção dos visitantes que caminham pela Duke Street, que notam o contraste entre as duas propriedades maiores que a cercam.

Para os fãs do tradicional, o interior da propriedade parece tipicamente local com seus espaços minimalistas, uma cozinha campestre para fazer refeições caseiras e móveis com tema náutico espalhados pelos cômodos.

O portal de propriedades Rightmove a descreve como “soberbamente apresentada e charmosa, esta icônica casa de campo oferece confortos modernos sem prejudicar seu charme e características de época”.

Nos típicos dias chuvosos, o frio não é um problema. Os tetos com vigas e os peitoris profundos das janelas cercam os cômodos quentes, que são aquecidos por um sistema ecológico.

Quando o sol sai, o pátio é o lugar perfeito para se bronzear e ficar do lado de fora com os vizinhos dos outros chalés, cada um com uma “área espaçosa”. Além disso, a parte externa da casa tem uma lavanderia e uma área de armazenamento coberta.

Sua fama não se limita aos visitantes de Padstow, mas a curiosa propriedade tem um histórico de aparição em várias séries de televisão. Setenta por cento do ano, a casa é alugada por famílias que procuram acomodação temporária e deixam excelentes comentários de referência para os proprietários, que moram lá no restante do tempo. Sem dúvida, é um lugar inesquecível para as férias.

Uma casa de quatro andares em um pequeno beco

Qualquer pessoa que já tenha passado pelo beco entre as ruas Chłodna Żelazna, 22 e 74, em Varsóvia, pode ter pensado que o espaço era muito estreito e inútil devido à sua localização entre as paredes de dois edifícios.

No entanto, nesse espaço, o arquiteto polonês Jakub Szczęsny viu uma oportunidade: construir uma casa de quatro andares. Assim nasceu a Keret House, uma residência que tem apenas um metro e meio de largura em sua parte mais larga.

O acesso À casa Keret, construída entre duas paredes — Foto: Divulgação

O nome da casa é uma homenagem ao escritor e diretor de cinema israelense Etgar Keret, que foi o primeiro inquilino. A estrutura de ferro foi instalada em 2012 entre dois edifícios históricos.

De um lado, há um prédio de tijolos anterior à Segunda Guerra Mundial, um tipo de construção que quase não existe mais, e do outro, um prédio de apartamentos de concreto, um elemento de uma “estrutura imposta” que pretendia negar a paisagem urbana anterior, como o arquiteto analisou em entrevistas.

Embora o ponto mais largo da casa meça apenas 1,52 m, o interior naturalmente iluminado e totalmente pintado de branco é à prova de claustrofobia. O local tem quatro andares e possui um quarto, uma cozinha, um banheiro e uma sala de estar.

É claro que, ao entrar, o inquilino precisa subir as escadas e mover alguns dos móveis. Tudo se move e cabe no apartamento, cujo espaço mais estreito é de apenas 92 centímetros.

Como tem apenas duas janelas que não abrem, a luz do sol entra na casa principalmente pelos painéis de vidro translúcido que formam as paredes. A eletricidade é fornecida por um prédio vizinho. Quanto ao restante dos serviços, a casa tem tecnologia de águas residuais e não está conectada aos sistemas da cidade.

Para se deslocar de um andar para o outro, o inquilino precisa usar escadas que podem ser “escondidas” para disponibilizar mais espaço. Na parte mais alta da casa, que tem pouco mais de nove metros de altura, há um quarto com uma pequena escrivaninha, que oferece um espaço para trabalhar.

A construção da casa foi apoiada pelas autoridades de Varsóvia e pela Fundação Polonesa de Arte Moderna, proprietária do espaço, porque foi classificada como uma “instalação artística”, já que não está em conformidade com os códigos de construção do país, embora tenha sido usada para fins residenciais.

Depois que Keret morou na propriedade por várias semanas, a Keret House foi aberta a escritores viajantes para pernoites. Desde 2017, ela está aberta ao público, desde que não esteja passando por manutenção.

FONTE ÉPOCA NEGÓCIOS

Ipsemg promove palestra on-line sobre primeiros socorros em casa

Evento será transmitido ao vivo na sexta-feira (9/2) pelo canal do instituto no Youtube

Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg), por meio do Departamento de Promoção da Saúde (Deps), vai promover na sexta-feira (9/2), às 10h, uma palestra pela internet sobre primeiros socorros em casa. O evento será transmitido ao vivo pelo canal do Youtube Ipsemg Online.

A palestra será apresentada pela enfermeira e especialista em primeiros socorros avançados Silvia Simões Tanos Jorge, que vai falar sobre os principais cuidados diante das situações de urgência em casa, como engasgo, crise convulsiva, sangramentos e parada cardiorrespiratória.

“Após perceber que existe uma desinformação por parte do público em relação às situações de urgência, vimos a necessidade de promover a palestra Primeiros Socorros em Casa. O evento visa oferecer informações e, ao mesmo tempo, capacitar o público sobre os principais métodos de atuação frente a situações de urgência dentro de casa”, ressaltou Silvia.

A transmissão será aberta ao público. Para participar, acesse o canal Ipsemg Online.

Eventos

O Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais divulga diversos eventos como palestras, cursos, capacitações e campanhas para o público interno e para o público em geral.

Beneficiários do instituto podem ainda ter acesso aos principais grupos da Promoção da Saúde.

Para ficar por dentro dos eventos acesse o site www.ipsemg.mg.gov.br, menu “Eventos”. 

FONTE AGÊNCIA MINAS

7 objetos que deveriam estar no lixo, mas você insiste em tê-los em casa

O lema é desapegar de tudo que não serve mais para manter sua casa organizada e livre das más energias.

Já viu aqueles vídeos no TikTok ou Youtube que mostram a situação das casas de pessoas acumuladoras? É chocante, não é mesmo! Mas e quando acontece no nosso próprio lar, sem que percebamos o caos de desorganização em que estamos vivendo? A culpa disso pode estar em certos objetos que você deve jogar fora, mas sempre esquece.

Geralmente, estes itens que mais acumulamos já perderam utilidade ou até mesmo a validade, mas mesmo assim não os jogamos no lixo. Esse hábito de pessoas “esquecidas” desencadeia um processo de desorganização que pode fugir do controle. Para evitar que isso ocorra, confira a seguir sete objetos que devem ir para o lixo o mais rápido possível.

7 objetos que você esquece de jogar fora e fazem sua casa viver bagunçada

Confira a seguir uma lista de objetos que você deveria pensar duas vezes antes deixar acumulando em casa:

1. Revistas e jornais velhos

Papéis velhos, como revistas e jornais podem somar para a desordem da casa. A recomendação é reciclar esses materiais, pois, além de organizar sua casa, você estará contribuindo para um mundo cada vez mais sustentável.

2. Utensílios de cozinha quebrados

Pratos rachados, panelas amassadas demais, talheres entortados ou quebrados são apenas alguns dos utensílios que podem se acumular na cozinha e promover a desordem. Livre-se deles para deixar seu ambiente mais organizado.

3. Tampas de plástico soltas, sem os potes

Quem nunca manteve só a tampa do pote de plástico na esperança de encontrá-lo novamente? Mas quando o tempo passa e vemos que isso não vai acontecer, a dica é se desapegar das tampas para evitar que elas somem para a bagunça da sua casa.

4. Medicamentos vencidos

Você certamente deve ter em casa uma “farmácia” de remédios vencidos, que estão lá apenas ocupando espaço no seu armário ou estante. Sem falar do risco à saúde que você corre ao consumi-los fora do prazo de validade. Por isso, sem dó nem piedade, descarte os medicamentos expirados, sempre seguindo as orientações corretas de descarte para eles.

5. Cabos e eletrônicos velhos

A tecnologia evolui cada vez que piscamos e objetos que eram até ontem modernos, hoje estão completamente obsoletos. Um exemplo são cabos de dispositivos antigos e eletrônicos que já não funcionam. Ao invés de deixá-los acumulando na gaveta, considere fazer a reciclagem eletrônica. Você verá a diferença que isso fará na sua casa.

6. Produtos de maquiagem fora da validade

A pele é o maior órgão do corpo humano, mas muitas pessoas acabam esquecendo isso e continuam guardando no armário produtos de maquiagem e cuidado da pele já vencidos. Se passou da validade, a regra é simples: jogue fora. Usar itens nessa situação pode provocar irritações ou, em casos mais graves, infecções severas.

7. Roupas e sapatos que não servem mais

Se você é do grupo de pessoas que entope o guarda-roupa com peças e sapatos que não servem mais, é melhor ir perdendo esse hábito. A dica é doar ou vender para brechós aquilo que não se adequa mais ao seu corpo ou ao seu estilo. Desapego nestes casos é a melhor solução.

Mas não é só isso…

Além dos itens citados acima, existem outros objetos que você esquece de jogar fora e estão contribuindo para a desorganização da sua casa e atraso de vida, segundo o Feng Shui.

São eles: flores secas, objetos quebrados e que não têm mais conserto, temperos velhos, aromatizadores de ambientes antigos, bem como carregadores, eletrônicos e pilhas que não funcionam.

FONTE EDITAL CONCURSOS BRASIL

about

Be informed with the hottest news from all over the world! We monitor what is happenning every day and every minute. Read and enjoy our articles and news and explore this world with Powedris!

Instagram
© 2019 – Powedris. Made by Crocoblock.