Trecho da morte: Pires volta a ser palco de acidentes e em 10 dias faz 3 vítimas fatais

20
No trecho entre km 600 e 602 foram 3 acidentes em 10 dias/REPRODUÇÃO

O Pires, em Congonhas, voltou a ser palco de diversos acidentes e nos últimos 10 dias com vítimas fatais que aumentam as estatísticas da rodovia entre os km 600 a 602, no trecho entre a passarela e o antigo Boi na Brasa.

Histórico

A série de tragédias iniciou na noite do dia 15, quando por volta das 8:00 horas o motorista congonhense Paulo Henrique,  conhecido como “danonim”da BR 040, faleceu quando seu caminhão capatou na rodovia, no km 601. Ele morava no Bairro Campo das Flores, em Congonhas. O jovem era caminhoneiro e retornava a sua casa após o trabalho.

Na sexta-feira (24) um motociclista, de nome João Vitor, descia a rodovia, no km 601,sentido Lafaiete, quando foi atingido por um carro que fazia a conversão indo para a Capital Mineira. No impacto, o motociclista foi encaminhado ao Hospital e Maternidade São José, em Lafaiete, mas não resistiu aos ferimento e veio a óbito.  A vítima era natural de Belo Horizonte e tinha 25 anos.

Ontem (25), por volta das 8:00 horas, o 3º acidente com vítima fatal na Br 040, envolvendo 1  caminhão 3/4 e 2 carro. O sinistro ocorreu na reta do Pires, em Congonhas, no km 600, perto do Boi na Brasa. As pistas foram liberadas após mais de 5 horas de interdição.

Leia mais: