Vereadores cobram solução para o tráfego de carretas em Lafaiete e fiscalização intensa; “será que vão esperar novas tragédias?”, questiona José Lúcio

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

“Eu sou pré-candidato e se vencermos a eleições, no outro dia, as carreta não entram em Lafaiete.” Assim expressou o Vereador Divino Pereira (PSD) ao se referir a falta de uma alternativa viária para o tráfego de carretas e caminhões pesados nas ruas de Lafaiete. “Já apresentei diversos caminhos ao prefeito para retirar estes veículos. Parece Brumadinho esta situação cujo riscos e perigos já foram alertados. Ai, se uma carreta dessas perde os freios no Castelinho e desce pela avenida”, salientou Divino.

Vereadores cobram solução do Executivo/ CORREIO DE MINAS

O assunto ganhou proporção, em tom de críticas ácidas pela falta de uma solução, quando o Vereador Pedro Américo cobrou, através de um requerimento ao Departamento Municipal de Trânsito (DMT), informações sobre o Plano de Mobilidade Urbana e posicionamento do órgão sobre a nova rota de entrada das carretas de minério pelo Bairro Jardim América. Na semana passada, o edil denunciou o trajeto usado por motoristas para acessar a área central de Lafaiete. “Ao invés da Chapada, as carretas agora passam pela Cristóvão de Sena, Rua Brasil, seguem pela Rua Santana e chegam na Telésforo. Precisamos dar uma solução. São casas abaladas, risco aos moradores e acidentes já acorreram”, alertou.
O Vereador Sandro José (PROS) cobrou a rotatória na chegada/saída de Ouro Branco, perto de um hipermercado. “Falaram que o projeto estava pronto, mas nada aconteceu.  Como os caminhões pesados, a falta de uma rotatória gera grande risco de acidentes. O que coube a esta Casa já fizemos o possível. Cabe agora a população cobrar a quem compete a responsabilidade pela solução.” Sandro também citou o tráfego de carretas pela Avenida Manoel Barbosa onde já ocorrem acidentes.
O vereador Lúcio Barbosa (DEM) recordou diversas cobranças de seus colegas pela retirada dos carretas pesadas da área urbana e citou também rota usada pelos motoristas pela Avenida Santa Matilde. “Já foram diversas cobranças e sugestões. Passou da hora de dar uma solução a este problema. Ao que parece Lafaiete não é terra de ninguém. Será que vemos esperar novas tragédias para buscar uma solução?,”, questionou.
“Estas carretas, a grande parte, são de Teixeiras, cidade perto de Viçosa, onde há uma mineradora. Elas usam nossa cidade para não passar pela BR 040 e não pagar o pedágio. Lafaiete só fica com o prejuízo”, relatou Pedro Américo, pedindo ao Executivo que cobre uma contrapartida da empresa.

Leia mais

Acidente: caminhão tomba na rua Brasil

Motoristas de carretas de minério criam nova rota para cruzar Lafaiete e preocupam moradores e comerciantes

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
FacebooktwitterFacebooktwitter

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *