Vereadores voltam a cobrar solução urgente para trânsito na Chapada: “é a mão de Deus que segura aquelas carretas”, desabafou Bandeira

19

Vereadores alertaram também situação de riscos de acidente com ônibus da Presidente

Moradores relatam o perigo e abuso de carretas com carga acima do peso permitido

“Já avisei ao prefeito. Já fui atrás dele, mas não adiantou. Lavo as minhas mãos. Se quiser fazer, ele faz. Se me der uma máquina eu mesmo faço. São apenas 3 km.” Este foi o desabafo do Vereador Divino Pereira (PSL) ao criticar a situação do trânsito de carretas pesadas a Rua Padre Lobo. Ele afirmou que visitou com o prefeito Mário Marcus (DEM), há vários meses, um caminho, que segundo vereador, seria uma alternativa viável para retirar grande parte do trânsito centro da cidade e resolver o problema da Chapada. “Minha palavra com o prefeito não está valendo de nada”, reclamou Divino.

Ontem (18) à tarde, uma carreta carregada de carvão tombou sobre um comércio, na Rua Padre Lobo, e por sorte ninguém ficou ferido. A recorrente e absurda situação de perigo e até mesmo de “tragédia anunciada” foi alvo de um bombardeio de críticas dos vereadores na sessão de ontem (18) na Câmara Municipal.

Após acidente, moradores limparam a rua cheia de carvão

Sandro José (PSDB) atacou a situação da via, mas fez um desabafo. “O que a gente vem ouvindo é que pessoas de dentro da prefeitura estão divulgando que as licitações não acontecem por causa dos vereadores. Muitas pessoas me cobraram isso. E não foi uma só. Isso não partiu do prefeito mas de assessores. Nós não temos nada com licitação. Querem imputar responsabilidades que não são nossas”, assinalou.

“A gente está engolindo goela abaixo. Quem são os maiores prejudicados?. Vão esperar acontecer uma tragédia? O motorista foi castigado porque salvou muitas  vidas. É também uma tragédia anunciada”, disparou se referindo ao acidente ocorrido há mais de 30 dias, no Bairro Museu, quando o motorista da Viação Presidente jogou o ônibus contra o muro para evitar uma possível tragédia.

O vereador Fernando Bandeira também não poupou críticas aos recorrentes acidentes na Chapada. “A nossa parte foi feita. Levamos a situação ao Ministério Público, junto com os moradores. Promovemos uma audiência para discutir a situação. É a mão de Deus que segura aquelas carretas”, comentou.

“É que Deus que está ajudando muito”, finalizou o vereador Pedro Américo (PT), se referindo a precariedade dos ônibus que fazem o transporte público e o risco iminente de novos acidentes.