27 de maio de 2024 22:36

Vandalismo e depredação no São Camilo repercutem na Câmara; vereador cobra apuração dos responsáveis

A situação encontrada pela diretoria do Hospital São Camilo repercutiu entre os vereadores na sessão da noite de ontem (21).

“É um absurdo. Isso foi feito por gente que não acredita em Deus”, atacou Pedro Américo. Já o Vereador Sandro José (PROS) foi incisivo e cobrou que a Secretaria Municipal de Saúde aponte os responsáveis. “Não vou esperar a Câmara tomar providência. Me reservo a impor 10 dias para que seja apurada situação com seus responsáveis aplicando a culpabilidade”, ressaltou.

Na sessão desta terça-feira, a Câmara recebeu o relatório, de mais de 40 páginas relatando a realidade dramática encontrada pela diretoria do São Camilo quando o prédio ficou por mais de 500 dias funcionando como Hospital de Campanha.

No dia 9 de setembro, com a desmobilização dos leitos de covid-19, o prédio voltou às mãos do São Camilo.

A situação

Conforme adiantou nossa reportagem, a situação herdada foi deplorável cujo relatório apontou vandalismo e depredação no prédio quando até imagens de santos foram destruídas.

Equipamentos quebrados, estrutura comprometida, pisos quebrados, paredes sujas, banheiros sujos, portas amassadas são alguns dos danos herdados.

https://youtu.be/LlumjxIO8EE

Diversos apartamentos faltando cadeiras reclináveis sem chuveiro, sem cano, sem identificação de voltagem de tomadas de energias, sem a ducha do chuveiro sem a janela de vidro. A ala do posto de enfermagem está com a mesa de granito quebrada.

O que mais preocupa a diretoria são as trincas encontradas no prédio ao local onde houve um desmoronamento provocado por uma obra. A Defesa Civil este no local e já produziu o relatório.

https://youtu.be/yTPvAH9WeE8

Leia mais

Relatório denuncia depredação no prédio do São Camilo e vandalismo imagens de santos; trinca preocupam a diretoria

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade