13 de julho de 2024 18:48

FGTS: Trabalhadores podem receber cerca de R$ 10 mil em 2022; entenda

No geral, o FGTS é um fundo em nome do trabalhador vinculado ao contrato de trabalho no qual as empresas precisam depositar mensalmente o equivalente a
8% do salário bruto do funcionário. Este fundo é ligado à Caixa Econômica Federal.

Quando o trabalhador não realiza o saque do benefício, o montante vai subindo de valor todos meses, tendo em vista os depósitos feitos pelo empregador.
Diante desta situação, o governo utiliza o dinheiro para financiar programas de habitação, saneamento, infraestrutura e saúde.

A revisão do FGTS, prevista para ser julgada ainda este ano, pede então a alteração da Taxa Referencial por outro índice de correção – FOTO: Agência Brasil

Para pagar por esse “empréstimo”, o governo, por sua vez, realiza uma correção anual dos valores para que o dinheiro dos trabalhadores não seja perdido por
causa da inflação.

Um dos índices utilizados pelo governo a vários anos é a Taxa Referencial (TR), que desde 1999 se encontra zerado, ou seja, mesmo que o governo corrija os
valores do FGTS, os trabalhadores não ganham nada já que o índice se encontra zerado.


Revisão pede alteração da TR


A revisão do FGTS, prevista para ser julgada ainda este ano, pede então a alteração da Taxa Referencial por outro índice de correção. Além disso, a tese
pede para que todo dinheiro perdido ao longo dos anos possa ser restituído.

A TR zerou, podem ter direito a receber a correção dos valores com a aplicação de um novo índice. De acordo com a plataforma LOIT FGTS, especialista em realizar o cálculo de correção, os valores médios aos quais os trabalhadores têm para receber podem chegar a R$ 10 mil.


Com informações da Rede Jornal Contábil

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade