28 de maio de 2024 16:49

Auxílio emergencial de R$600 em 2022 volta a ser discutido

De acordo com informações de bastidores, o auxílio emergencial de R$ 600 vai voltar para a pauta do Congresso Nacional

auxílio emergencial de R$600 volta a ser discutido para este ano de 2022. Atualmente, o Governo Federal confirmou que não tem o o objetivo de retornar com os pagamentos do Auxílio Emergencial. O programa que chegou a atender cerca de 39 milhões de pessoas no ano passado chegou oficialmente ao fim no último mês de outubro. O Ministério da Cidadania optou por não prorrogar o projeto.

No entanto, muitos estão tentando fazer com que o auxílio emergencial de R$600 volte a ser pago. De acordo com informações de bastidores, vários deputados estão querendo voltar a debater o retorno do Auxílio Emergencial. Em entrevistas recentes, vários parlamentares disseram que irão tornar a pautar esse assunto já nos próximos dias.

“Esse auxílio é muito importante para milhões de brasileiros que ficaram completamente desassistidos na pandemia que ainda persiste. Muitos nem foram incluídos no Auxílio Brasil. Isso tem causado enorme sofrimento a essa imensa parcela da população”, disse o Deputado Federal Renildo Calheiros (PSB-PE).

Conforme informações oficiais, algo em torno de 25 milhões de pessoas ficaram sem nada depois do fim do Auxílio Emergencial em outubro do ano passado. Esses são números do próprio Ministério da Cidadania. O Ministro, João Roma, disse que isso iria acontecer caso o benefício chegasse ao fim.

Embora não divulgue isso oficialmente, o que se sabe é que uma parte desses usuários conseguiram entrar no Auxílio Brasil em janeiro. Na ocasião, o Governo Federal afirmou que conseguiu inserir cerca de 3 milhões de pessoas no programa. Mas o fato é que, como disse o Deputado Renildo, nem todo mundo conseguiu entrar.

Estimativas de números

Segundo informações oficiais, milhões de pessoas que estavam no Auxílio Emergencial ainda não conseguiram receber nenhum outro programa social. Pelo menos é isso o que se sabe até aqui.

A situação piora quando se leva em consideração a situação da economia que ainda não está normalizada no momento atual. Com isso, muita gente está encontrando muitas dificuldades para conseguir empregos. São justamente essas pessoas que pedem  o retorno do Auxílio Emergencial.

Porém, pelo menos até o momento não há nenhum indício de que isso acontecerá de fato. O Governo Federal afirma que não tem condições de pagar o Auxílio Emergencial mais uma vez. Ele alegam não haver mais espaço no orçamento.

Auxílio emergencial

O Governo Federal começou os pagamentos do seu Auxílio Emergencial ainda no início do ano de 2020. Na ocasião, o texto foi aprovado pelo Congresso Nacional. No decorrer daquele ano, o benefício chegou à casa de quase 70 milhões de pessoas.

Isso durou até dezembro de 2020. Entre os meses de janeiro e março de 2021, o Governo optou por não fazer mais nenhum tipo de pagamento do programa. Logo depois de muita pressão e piora da situação da pandemia, eles decidiram retomar os repasses em abril.

Nesta nova fase, aliás, o Auxílio Emergencial retornou em uma versão menor do projeto. De acordo com as informações do Ministério da Cidadania, desta vez, os repasses chegaram em algo em torno de 39 milhões de pessoas fazendo pagamentos de no máximo R$ 378.

FONTE NOTICIAS CONCURSOS

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade