26 de maio de 2024 14:03

Saque de R$1 mil do FGTS é liberado. Como solicitar?

De acordo com o Governo Federal, calendário de liberações do novo crédito do FGTS começa já neste próximo mês de abril

Trabalhadores com carteira assinada não precisam solicitar a liberação do novo crédito do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). De acordo com informações do próprio Governo Federal, a liberação desse saque deverá acontecer de forma automática na conta do cidadão no sistema do Caixa Tem.

Caso o usuário não tenha uma conta neste sistema, também não haverá nenhum problema. Ainda de acordo com o Governo Federal, nesses casos, eles irão abrir um perfil para os cidadãos de forma automática. Portanto, em nenhum dos casos alguém terá que fazer uma solicitação para a liberação desse crédito.

Para o trabalhador, resta apenas a tarefa de procurar se informar sobre a sua situação no FGTS. O Governo afirma que a nova liberação pagará até R$ 1 mil para cidadãos que tenham carteira assinada e que tenham algum nível de saldo disponível. Para conferir as informações, o trabalhador pode fazer a consulta através do app oficial do próprio FGTS.

O Governo explica que, ao menos neste primeiro momento, o depósito do dinheiro acontecerá nas contas das pessoas no Caixa Tem. Mas já a partir daí, os cidadãos poderão usar a quantia para pagar boletos, utilizar o cartão de débito virtual para fazer compras e até mesmo transferências.

Abaixo, você pode conferir o calendário dos recebimentos

Janeiro                  20/abr
Fevereiro              30/abr
Março                   04/mai
Abril                      11/mai
Maio                     14/mai
Junho                   18/mai
Julho                    21/mai
Agosto                 25/mai
Setembro            28/mai
Outubro              01/jun
Novembro          08/jun
Dezembro           15/jun

Como funciona o FGTS

O FGTS nada mais é do que um fundo em que o empregador precisa depositar um valor mensal para o trabalhador. Todos os meses, o patrão precisa depositar uma determinada quantia em contas da Caixa no nome dos empregados.

O dinheiro em questão fica retido e o próprio funcionário não pode usá-lo a não ser em situações específicas em que o Governo faz a liberação como na demissão sem justa causa, na compra de uma casa ou até mesmo quando o cidadão é vítima de um desastre natural.

Nessa liberação específica de 2022, o Governo fez uma nova liberação. O Planalto, aliás, já  tomou a decisão. A regra para a liberação do FGTS para esse público já está até mesmo publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Outros anúncios

Além da questão da liberação do saque do FGTS, o Governo Federal também anunciou a antecipação dos pagamentos do 13º salário para os usuários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). As liberações também começam em abril.

De acordo com as regras gerais, que também já foram publicadas no DOU, a antecipação permitirá que aposentados, pensionistas e outros beneficiários do Instituto possam pegar o adicional um pouco mais cedo.

Segundo o Governo Federal, o 13º salário do INSS será dividido em duas partes. A primeira deve ser depositada entre os meses de abril e maio e a segunda entre os meses de maio e junho. Assim como no caso do FGTS, não é preciso fazer nenhum tipo de solicitação.

FONTE NOTICIAS CONCURSOS

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade