25 de maio de 2024 15:39

Visite Ouro Preto, a cidade que é um tesouro de superlativos

O cenário da antiga Vila Rica é um convite para o turista vivenciar a história colonial

Igrejas apoteóticas repletas de ouro, prata e anjos sorridentes. Museus que guardam relíquias inimagináveis. Arquitetura colonial bem preservada. O legado de Ouro Preto é tudo isso e ainda ótimos hotéis, bons restaurantes, charmosos cafés, artesanato de qualidade e uma vizinhança propícia para a prática de atividades de ecoturismo e lazer. Quando o assunto é turismo, Ouro Preto é uma joia preciosa. Distante 95 km de Belo Horizonte, um roteiro de descobertas deve incluir, pelo menos, 3 noites de hospedagem em um dos seus charmosos hotéis ou pousadas. Só assim você conseguirá vislumbrar um pouco da riqueza que a cidade oferece.

Ouro Preto
Vista do casario de Ouro Preto (Foto: Claudia Tonaco)

Visite Ouro Preto para descobrir trechos da história do Brasil

O destino contém séculos de histórias e elas se revelam nas fachadas dos casarios e nas ruas de pedra. Caminhar pelo Centro Histórico é como tentar ouvir, em cada esquina, as confidências e inconfidências dos habitantes do século 18. É da época em que Ouro Preto ainda se chamava Vila Rica que a maioria das construções foi erguida.

Quem quer dar um passeio pelo apogeu do Ciclo do Ouro deve visitar as igrejas de Nossa Senhora do Carmo + Mercês de Baixo + Nossa Senhora do Rosário. Todas exibem trabalhos do mestre do barroco, Antônio Francisco Lisboa. Mais conhecido como Aleijadinho, tem sua obra máxima na Igreja de São Francisco de Assis.

Assim como as igrejas, museus de Ouro Preto são imperdíveis

O Museu da Inconfidência faz parte do roteiro de descobertas. Ele está instalado na antiga Casa da Câmara e Cadeia. Reúne manuscritos, uma coleção de indumentárias, mobiliário e objetos relacionados aos inconfidentes. A Casa dos Contos é outro museu imperdível, assim como o Museu do Oratório. O 1º funciona na antiga Intendência do Ouro e exibe uma valiosa coleção de moedas e documentos dos séculos 18 e 19. O 2º, abrigado num prédio do século 19, que pertenceu à Ordem 3ª das Carmelitas, expõe a mais rica coleção de oratórios do mundo.

Durante o verão, as noites de Ouro Preto são refrescantes. No inverno são geladas e aconchegantes. Depois de um dia bem vivido, deixe que as imagens das igrejas, iluminando o alto dos morros e cercadas pela escuridão ao redor, flutuem junto com as lembranças de uma temporada de delicadas surpresas pelo interior das Minas Gerais.

Sugestões Travel3 de atrações que você precisa conhecer em Ouro Preto

Museus & igrejas

  • Museu da Inconfidência = Praça Tiradentes, 139
  • Museu Casa dos Contos = Rua São José, 12
  • Museu do Oratório = Adro da Igreja de Nossa Senhora do Carmo, 28
Igreja Nossa Senhora do Rosário
Igreja Nossa Senhora do Rosário (Foto: Claudia Tonaco)
  • Igreja de São Francisco de Assis = Largo do Coimbra
  • Igreja Nossa Senhora do Carmo = Rua Costa Sena, 289
  • Igreja Nossa Senhora do Rosário = Largo do Rosário
  • Igreja Mercês de Baixo = Rua das Mercês
Pouso do Chico Rey - Ouro Preto
Ambiente do Pouso do Chico Rey (Foto: Claudia Tonaco)

Hospedagem

  • Pousada Clássica
  • Pousada Solar da Ópera
  • Solar do Rosário
  • Pouso do Chico Rey
Detalhe do restaurante Bené da Flauta
Detalhe do restaurante Bené da Flauta (Foto: Claudia Tonaco)

Restaurantes

  • Bené da Flauta
  • Café Gerais e Escadabaixo Bar e Cozinha
  • Casa do Ouvidor
  • Conto de Réis

FONTE TRAVEL 3

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade