27 de maio de 2024 22:52

“Reciclando Com As Latas Mágicas” realizou apresentações em Belo Vale,Congonhas e Ouro Preto (MG)

Projeto aconteceu nos municípios entre os dias 22 e 25 de agosto, e buscou ensinar crianças sobre reciclagem

A peça infantil “Reciclando Com As Latas Mágicas” realizou, entre os dias 22, 23, 24 e 25 de agosto, quatro apresentações do espetáculo em escolas públicas de Belo Vale, Congonhas e de Ouro Preto (MG), que tinham como objetivo ensinar as crianças sobre a importância da reciclagem e da preservação do meio ambiente.

A peça conta a história de Pedrinho, um garoto esperto que adora agir da maneira correta em relação ao meio ambiente. Um dia, ao passar por um lixão, sente muita tristeza com o que vê e vai para casa com aquela imagem na cabeça. Ao se deitar, recebe a visita das Lixeiras Plástricia, Papélida, Metalindo e Vidron, que representam a Coleta Seletiva. Juntos, eles têm a missão de educar a todos sobre como fazer a coleta seletiva e informar quanto tempo cada resíduo reciclável demora para desaparecer da natureza.

Durante a apresentação, foi abordada a importância da reciclagem, o funcionamento da coleta seletiva e os benefícios da separação do lixo para o meio ambiente. Em Belo Vale, Congonhas e Ouro Preto (MG), o projeto contemplou 1.482 crianças.

Através da Lei de Incentivo à Cultura, o projeto “Reciclando com as Latas” tem a produção da Clauvi Produções e apoio da Sancell e Incentivar, com patrocínio da J.MENDES e realizado pelo Ministério da Cultura, Governo Federal União e Reconstrução.

“O Grupo J. Mendes tem a honra de beneficiar a sociedade com o legado de patrocínios em projetos sociais, educacionais, profissionalizantes, assistenciais e esportivos, além de iniciativas voltadas à saúde e bem-estar. Nosso objetivo é promover a qualidade de vida da população através do Incentivo Fiscal”, afirma Marcelo Oliveira, Diretor de pessoas da J. Mendes.

Instituições que receberam o espetáculo:

Escola Municipal “Maria da Conceição”, Escola Municipal “Sr. Odorico Martinho da Silva”,
Escola Municipal “ João Narciso” e Escola Municipal “Major Raimundo Felicíssimo”.

Sobre o Ministério: A principal ferramenta de fomento à Cultura do Brasil, a Lei de Incentivo à Cultura contribui para que milhares de projetos culturais aconteçam, todos os anos, em todas as regiões do país. Por meio dela, empresas e pessoas físicas podem patrocinar espetáculos – exposições, shows, livros, museus, galerias e várias outras formas de expressão cultural – e abater o valor total ou parcial do apoio do Imposto de Renda. A Lei também contribui para ampliar o acesso dos cidadãos à Cultura, já que os projetos patrocinados são obrigados a oferecer uma contrapartida social, ou seja, eles têm que distribuir parte dos ingressos gratuitamente e promover ações de formação e capacitação junto às comunidades. Criado em 1991 pela Lei 8.313, o mecanismo do incentivo à cultura é um dos pilares do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac), que também conta com o Fundo Nacional de Cultura (FNC) e os Fundos de Investimento Cultural e Artístico (Ficarts). Essas ações são patrocinadas pela J. Mendes. Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cultura.

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade