21 de junho de 2024 17:02

Oratório de Feliciano Mendes é exposto pela 1ª vez no Jubilei em mais de 200 anos

O oratório original com o qual Feliciano Mendes iniciou a coleta de donativos para a construção do atual Santuário do Bom Jesus de Matosinhos de Congonhas, Patrimônio da Humanidade, está sendo exposto durante o Jubileu do Bom Jesus. De acordo com a reitoria da Basílica está é a primeira vez que a peça está sendo exposta aos fiéis durante a tradicional festa em mais de 200 anos.
O oratório de cerca de 30cm esculpido provavelmente em 1757 é o segundo elemento artístico mais importante da época do início da construção do Santuário. Foi com este oratório que o explorador português Feliciano Mendes viajou por várias localidades de Minas recolhendo esmolas para a construção do atual Santuário que é Patrimônio Cultural da Humanidade.

O reitor do Santuário, Cônego Nedson Pereira falou sobre o valor simbólico e a importância da exposição da peça para os peregrinos. “O oratório faz parte de um grupo de elementos devocionais que foram utilizados para que a devoção ao Bom Jesus fosse implantada em Congonhas juntamente com a cruz de Feliciano e a imagem do Cristo vinda de Portugal em 1762. Estes dois últimos elementos estavam expostos, mas um permanecia guardado. O nosso desejo é que todas as pessoas possam conhecer este objeto tão precioso para a nossa fé e que fez com que Feliciano Mendes percorresse nossa arquidiocese e outras regiões em busca dos fundos necessários para a construção da Basílica como nós a conhecemos hoje” comentou o cônego.

O oratório ficará exposto na sacristia da Basílica até o próximo dia 14 de setembro. A visitação é gratuita e pode ser realizada até o final da tarde. De acordo com a reitoria da Basílica, estão sendo realizados estudos preliminares para a construção de um espaço dentro do Santuário para a exposição permanente do Oratório de Feliciano. Em 2018 o oratório ficou exposto por um período no Museu de Congonhas.
Reportagem/Foto: Reinaldo Silva

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade