24 de abril de 2024 18:46

Com terminais ferroviários, Prefeito de Itabirito quer tirar carretas das rodovias 040 e 356

Um dos maiores desafios para as pessoas que transitam pela Região dos Inconfidentes é a condição das rodovias 040 e 356. O intenso tráfego de carretas nas vias gera transtornos tanto para quem vai para Belo Horizonte ou quem vem para as cidades históricas.

Pensando nisso, o Prefeito de Itabirito Orlando Caldeira (Cidadania), em entrevista à Rádio Real, apresentou o projeto de escoamento do fluxo de carretas através de uma estrada que liga a Mina do Pico em Itabirito à Mina de Fábrica em Ouro Preto. A estrada, que de acordo com o chefe do executivo já está pronta, ajudaria a escoar o minério.

Além disso, ele afirmou que tem a intenção de viabilizar a construção de mais terminais ferroviários, com o intuito de tirar os caminhões pesados do caminho dos automóveis de passeio. A proposta inclui o redirecionamento das carretas para esses postos, aproveitando as ferrovias existentes, como a MRS e a ferrovia Vitoria-Minas. O prefeito destaca que essa abordagem reduziria o tráfego nas rodovias 040 e 356, aliviando a sobrecarga e melhorando a segurança.

De acordo com ele, a sua iniciativa pode tirar 1200 viagens por dia de carretas tanto na rodovia 040 quanto na 356. “Porque a Vale precisa entender que o minério que ela compra de outras mineradoras pode ser transportado por seus terminais. Então, aqui em Mariana, tendo o terminal de Fazendão e todas essas minas próximas, o minério pode ser levado para lá, carregado e transportado pela ferrovia Vitória-Minas. Com isso, retiraríamos da 356 cerca de 1.200 viagens por dia.”, destacou Caldeira.

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA

Além disso, o prefeito menciona a apresentação do projeto ao Ministério Público, indicando que estão aguardando serem chamados para discutir e implementar essa solução proposta. Ele destaca a importância de persuadir a Vale a utilizar seus terminais para transportar minério de outras mineradoras, o que reduziria significativamente o número de viagens de carretas nas rodovias locais.

“NÃO ADIANTA BRIGAR POR DUPLICAÇÃO COM ESSE NÚMERO DE CARRETAS”

O prefeito argumenta que a duplicação da rodovia 040 não resolverá completamente o problema se as carretas continuarem utilizando a rodovia 356. Ele enfatiza a necessidade de encontrar alternativas para escoar o fluxo de carretas, sugerindo a criação de terminais de minério e uma estrada específica para esse fim. Ele menciona a estrada “Pico-Fábrica” que já está pronta e sugere a criação de mais terminais, propondo o desvio das carretas para esses terminais. “O que adianta brigarmos agora imediatamente pela duplicação da 040, se não retirarmos as carretas de lá? A 356 vai piorar, né? Pode ter certeza, vai piorar porque teremos mais estradas, mais caminhões, pô. Exatamente, ele chegou no ponto certo; teremos mais carretas se duplicarmos. Precisamos garantir que elas saiam de lá para ter menos desgaste no pavimento e uma facilidade maior de trafegar com tranquilidade.”, disse o prefeito na entrevista.

De acordo com ele, a sua iniciativa pode tirar 1200 viagens por dia de carretas tanto na rodovia 040 quanto na 356.

FONTE JORNAL GALILÉ

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade