20 de abril de 2024 17:28

FNEC 2023 apresentará a economia criativa como um dos caminhos para diversificar a economia de Congonhas

Além de demonstrar a importância do planejamento estratégico para o futuro de Congonhas, o evento mostrará para empreendedores como se destacarem em suas atividades e ainda oferecerá shows toda noite a quem for à Romaria.

O 5º Fórum de Negócios de Congonhas – FNEC 2023, realizado pela Prefeitura de Congonhas e gerido pela a Agência de Desenvolvimento Econômico e Social dos Inconfidentes e Alto Paraopeba (Adesiap), pretende despertar em todos a necessidade da diversificação econômica no município. Nos dias 22, 23 e 24 de novembro (quarta-feira a sexta), das 14 às 22 horas, a Romaria receberá palestras, workshops, atrações culturais e de lazer relacionados com a temática escolhida para esta edição – a economia criativa, que é um dos setores produtivos escolhidos por Congonhas para alcançar o desenvolvimento sustentável. As atividades e o conteúdo foram elaborados para atenderem ao interesse e necessidade de todos os participantes.

A expectativa é de que muitos negócios também sejam gerados pelos expositores de serviços e produtos de interesse das empresas locais durante o evento.

O FNEC 2023 – Congonhas Criativa conta com patrocínio da LGA Mineração e do Sicredi e apoio da Fundação Dom Cabral, Sebrae, UFSJ, Invest Minas, P7 Criativo, Unipac, IFMG, FAOP e Rede Elas.

A Prefeitura de Congonhas, por meio da Secretaria de Planejamento e Gestão e sua Superintendência de Desenvolvimento Econômico, busca explorar o potencial da Economia Criativa ao realizar o FNEC 2023 – Congonhas Criativa.  O evento faz parte de um portfólio de ações contidas na Política Municipal de Desenvolvimento Econômico. O município estabeleceu condições para desenvolvê-la, ao criar e implementar leis, decretos, o Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico (FMDE) – que tem como um de seus objetivos fomentar a  economia criativa. Futuramente será lançado o Plano Estratégico para o Desenvolvimento Sustentável de Congonhas.

“Agora, o Fórum convida lideranças, empresas, entidades e a sociedade de uma forma geral à ação, visando a um futuro promissor de Congonhas, independentemente de quando a atividade mineradora terá fim. Este ano, a estratégia de diversificação econômica escolhida pelo FNEC foi a economia criativa, que está ligada ao nosso potencial turístico, criativo, cultural, histórico, entre outros”, contextualiza o superintendente de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Congonhas, Geordane Silva.

Ele lembra ainda que o município terá de lançar mão de outros setores produtivos mais pujantes, a partir das oportunidades existentes, para gerar emprego e renda e manter elevada a arrecadação municipal no futuro.

Programação

No primeiro dia (22/11 – quarta-feira), o FNEC demonstrará para o público a necessidade de um plano estratégico governamental de desenvolvimento sustentável e a necessidade de os indivíduos se colocarem como parte das soluções. Quem for à Romaria acompanhará também a abertura oficial e um show musical. 

Às 14h, no Palco Principal, o ex-prefeito de Maringá-PR, Sívilo Barros, que desenvolveu durante seu mandato uma visão de longo prazo e atuou em vários cargos em governos Estaduais, ministrará a palestra “A economia criativa e o futuro de Congonhas”, direcionada para políticos e outras lideranças da cidade e região, ele abordará a importância de estruturar uma governança pública para gestão dos projetos para desenvolvimento da Economia Criativa.

Duas atividades apresentarão o conceito da economia Criativa e como tornar factíveis as potencialidades de Congonhas. O Workshop “Reconhecer os negócios e as indústrias da economia criativa para uma Congonhas criativa”, às 16h, no Espaço Desenvolvimento 01, conduzido pelo Dr. Magnus Emmendoerfer, professor da Universidade Federal de Viçosa e responsável pela gestão da Cátedra da Unesco para Políticas Públicas da América Latina, tem como objetivo ofertar conhecimento aos setores e empreendimentos da economia criativa, identificando suas potencialidades o oportunidades de negócio e desenvolvimento local e regional.

A palestra de Carolina Picoli, consultora especialista na criação e crescimento de negócios digitais, irá compartilhar conhecimentos essenciais sobre “Economia Criativa: Descubra o que é, as oportunidades e como você pode empreender nela”, às 14h, no Espaço Desenvolvimento 02. Empreendedores de startups e pequenas e médias empresas, profissionais de vendas e marketing terão a oportunidade de se capacitarem para que se sintam adaptados à constante evolução.

O Painel de Turismo “Turismo de experiência e suas oportunidades”, no Espaço Desenvolvimento 02, às 16h, contará com a participação da empresa de inteligência com propósito GKS, que elabora um planejamento em parceria com a Vale para criação novos roteiros baseados em turismo de experiências para Congonhas. Também haverá a participação dos empresários Floripes (que recebe visitantes para acompanharem sua produção de quitanda na Bombaça) e Harley (que realiza ações de experiência com os hóspedes da Pousada dos Inconfidentes). 

Já com inscrições encerradas, Leandro Karnal, renomado historiador e escritor, apresentará, às 19h, no Palco Principal, a provocativa palestra “Recriar, reinventar ou desaparecer”, que trata da participação do indivíduo na transformação da sociedade.

A banda Arautos do Rock se apresentará às 21h , no palco da Praça de Alimentação, encerrando as atividades do dia.

No segundo dia (23/11 – quinta-feira), o público experimentará atividades práticas, como duas palestras destinadas a impulsionar as vendas, outras duas sobre as habilidades e os empreendedores do futuro.   

Como o participante do FNEC ouviu no primeiro dia que precisa partir para a ação, a multiplicadora Lílian Álvares mostrará para ele quais serão as “Habilidades do futuro”, que é o nome da oficina das 14h, no Espaço Desenvolvimento 01.  Esta atividade está relacionada ao Programa “Ela Pode”, que tem o objetivo de apoiar as mulheres a conquistarem um emprego ou desenvolverem seu negócio próprio, principalmente aquelas que se encontram condição de vulnerabilidade. Em Congonhas, o “Ela Pode” será lançado em 2024 com a presença da multiplicadora.

No mesmo horário, só que no Espaço Desenvolvimento 02, Felipe Neffa, pós-graduado em administração de empresas e gestão de projetos com 14 anos de experiência em marketing e vendas, demonstrará “Como criar e gerir uma máquina de vendas sendo uma pequena empresa e tendo poucos recursos”.

Outra palestra relacionada ao tema será a da expert em comunicação, negociação e vendas, Carol Portilho,às 19h, no Palco Principal. Com “Inteligência Relacional nas vendas”, os participantes aprenderão a redefinir suas estratégias de comunicação e negociação.

Às 14h, haverá Oficina de Robótica da UNIPAC no Palco Principal, demonstrando que é possível ser criativo com o que se tem.

Como a economia criativa também abrange inovação e tecnologia, Miler Gazolla Corrêa de Sá, analista de promoção de investimentos da InvestMinas, ministrará a palestra “Descarbonização”, no Espaço Desenvolvimento, a partir das 15h.

“O Brasil possui grande potencial para reduzir a emissão de dióxido de carbono, partindo para novas matrizes energéticas, ao explorar fontes limpas de produção de energia. Como grandes empresas estão instaladas em nossa região, é possível produzir hidrogênio verde [fonte de energia sustentável de baixíssima emissão de carbono]. Isto porque, a atividade turística, mesmo que possa revolucionar a economia local, em comparação ao setor mínero-siderúrgico gera uma arrecadação bem menor, então precisamos de outra indústria de grande potencial para mantermos essa arrecadação alta”, explica Geordane Silva.

Alessandra Alkmim, vice-presidente da Associação Comercial e Empresarial de Minas, compartilhará insights para impulsionar o empreendedorismo rumo ao futuro, com sua palestra “Empreendedores do futuro – Chegou a hora de decolar”, às 16h, no Palco Principal.

Nayara Bernardes, responsável pela Unidade de Políticas Públicas do Sebrae, demonstrará em sua palestra “Como a criatividade poderá transformar o mundo”, a partir das 16h, no Espaço Desenvolvimento 01.

Às 17h, no Espaço Desenvolvimento 01, o Painel de Inovação contará com Inovap e Márcia Andrade, do P7 Criativo, para discutir que arranjos de política pública conseguem atrair a inovação para o território.

De 16h às 20h, o Espaço Desenvolvimento 02 receberá as primeiras quatro horas da oficina “Artes Cênicas: da ideia à ação”, com Leonardo Fernandes. A proposta é que, ao final de 8 horas de treinamento, os participantes tenham montado uma peça de teatro. A Lei Paulo Gustavo destina a Congonhas quase R$ 1 milhão para a produção cultural e 113 projetos participam do edital.

A cantora Mayara Rodrigues fará o show do segundo dia de evento, às 21h, no palco da Praça de Alimentação.

No terceiro dia (24/11 – sexta-feira), o FNEC 2023 – Congonhas criativa dará luz ao patrimônio histórico e cultural de Congonhas e homenageará a tradição das escolas de samba, que está sendo resgatadas na cidade.   

Outras experiências que demonstram que é possível ser criativo com o que se tem serão abordadas na Oficina de Robótica, da UFJS, a partir das 14h, no Palco Principal. 

A oficina “Patrimônio cultural, vínculos comunitários e geração de renda” será conduzida pela palestrante Maria Cristina no Espaço Desenvolvimento 02, a partir das 14h, para mostrar como alcançar a transformação social a partir deste patrimônio da cidade e do mundo.

Também às 14h, no Espaço Desenvolvimento 01, Ana da Cruz Alcântara, que acumulando entre outros cursos o de Gestão de Patrimônio Cultural com ênfase em Turismo e as experiências como secretária-executiva da Associação das Cidades Histórias de Minas Gerais e de proprietária da Analcantara Consultoria: Turismo, Patrimônio e Economia Criativa, ministrará a palestra “O Turismo Criativo como Alternativa para o Desenvolvimento Sustentável”.

 “Precisamos melhor utilizar os equipamentos culturais na geração de renda. Atualmente cuidamos muito bem dos nossos bens tombados, mas ainda falta educar a partir dele e gerar renda a prtir dele”, comenta Geordane Silva.

O minicurso “Economia Criativa para o fortalecimento do turismo”, Suzane Fernandes, diretora de Economia Criativa e Solidária da Prefeitura de Ouro Preto, irá demonstrar, a partir das 15h, no Espaço Desenvolvimento 02, como aproveitar o turismo de experiência, abordado no primeiro dia do FNEC 2023 – o teatro, a dança, a Semana Santa, o Carnaval e o Jubileu – para gerar emprego e renda.

“Resgate Cultural ‑ Pioneirismo no reconhecimento e valorização de mestres, saberes e fazeres”, será o tema da palestra de Maria Alice Braga, da Fundação de Arte de Ouro Preto (FAOP), às 15h, no Espaço Desenvolvimento 02.

A Prefeitura de Congonhas e a FAOP assinaram um Termo de Parceria para criarem, em breve, a Escola de Artes e Ofícios.

Às 17h, no Espaço Desenvolvimento 01, acontecerá a Palestra “Turismo Religioso”.

Às 16h, terá sequência a oficina “Artes Cênicas: da ideia à ação”, com Leonardo Fernandes, para as quatro horas finais, desta vez no Palco Principal.

De 18h às 19h, a Rede Elas apresentará a roda de conversa “Empreendedorismo Feminino”, no Espaço Desenvolvimento 02.

A palestra de encerramento do FNEC 2023 – Congonhas Criativa ficará por conta da empresária mineira produtora de doces, Mazé Lima, que compartilhará com o público sua experiência e determinação. “Desistir Não é Uma Opção”. Ela possui uma incrível trajetória, e revela em sua palestra os desafios superados até conquistar as prateleiras de renomados estabelecimentos do país e do exterior.

A última atração do Evento será a apresentação da Escola de Samba Casa Imperial da Rosa, que fez Congonhas reviver os tradicionais desfiles no Carnaval de 2023, com direito a um spoiler para 2024.

O grupo Samba de Casa fará uma homenagem ao Carnaval do passado, apresentando no Palco da Praça de Alimentação sambas-enredo que sempre estiveram na ponta da língua do congonhense. 

Passeio Cultural

No dia 24 (sexta-feira), o Instituto Histórico e Geográfico de Congonhas (IHGCI) realizará um passeio cultural, das 14h às 16h, da Romaria ao Alto Maranhão. O passeio tem por objetivo ressaltar a importância histórica do Caminho Velho da Estrada Real entre o Distrito e a sede do município nesses mais de 330 anos em que ele é utilizado.

Ecoturismo

No dia 23 (quinta-feira), de 14 às 16h, acontecerá um passeio ecológico por trilhas de um bike park recém construído na região do Parque Ecológico da Cachoeira, que oferece várias opções de lazer para caminhada e mountain bike. Após passar por um trecho de mata fechada, os participantes terão a visão da segunda queda do balneário e também da pedra do caminhão, com um visual incrível e imponente na Serra do Pires. O objetivo é mostrar o potencial do ecoturismo em Congonhas, que se entrelaça com histórico e religioso.

Estandes

O FNEC 2023 – Congonhas Criativa procurou abrir espaço para diversos segmentos da economia, a fim de dar visibilidade a casos de sucesso locais que, a exemplo dos palestrantes e oficineiros, inspirem novos empreendedores e, assim, o município avance em seu objetivo de diversificar sua economia. Alguns dos 24 estandes serão ocupados por empreendedores que participarão pela primeira vez como expositores de um evento com estas características e abrangência. Outros por organizadores e parceiros.  

Em outros estarão equipamentos e programas da Prefeitura e de seus parceiros na realização do evento.

Estande Master “Visite Congonhas” apresentará experiências que demonstram que é possível ser criativo com o que se tem em uma cidade. Este é um espaço turístico com exposição de produtos artesanais e gastronômicos dos programas “Design do Artesanato” (com o lançamento de sua coleção) e “Primórdios da Cozinha Mineira”, este último criado pela Senac e adquirido pela Prefeitura de Congonhas. Nele, estará presente a Cozinha Show, em que o público poderá degustar quatro receitas novas feitas pelos instrutores Chef Geraldo Caleffi, Marcelle Cordeiro (Brigadeiros Gourmet) e Terezinha (Sothê Caramelle), entre eles o cubu com recheio de brigadeiro de molho verde finalizado com mousse de doce de leite, além do chá de congonha. 

Este estande também distribuirá materiais de divulgação do destino turístico Congonhas, além de oferecer experiências de passeios ecológicos com a utilização de óculos 3D.

O Estande da Superintendência de Desenvolvimento Econômico abrirá inscrições para os programas Avança Congonhas, TECPOP Minas (desenvolvido em parceria pela Superintendência de Desenvolvimento Econômico com o Governo de Minas), Coliga (desenvolvido em parceria  pela Sedas com a Fundação Roberto Marinho e apoio do QG da Inovação), que são capacitações destinadas a área da economia criativa. A Sala Mineira também estará presente neste estande.

A Feira Cores e Sabores, modalidade itinerante que potencializa a produção da economia criativa, também estará presente no FNEC 2023 – Congonhas Criativa.

Espaço de convivência

Neste espaço, as pessoas poderão interagir de maneira mais descontraída enquanto apreciam uma comidinha ou bebidas locais. Serão servidos pratos com referência da culinária mineira.

Espaço Kids

O “Espaço Kids”, destinado a crianças de todas as idades, irá oferecer diversos brinquedos, como forma de promover integração e socialização entre o público infantil presente ao Fórum.

Adesiap

Gestora do 5º Fórum de Negócios de Congonhas – FNEC 2023, a Agência de Desenvolvimento Econômico e Social dos Inconfidentes e Alto Paraopeba atua há 20 anos, sempre comprometida com o desenvolvimento sustentável dos territórios. Por meio de um sistema de governança integrado, apartidário e intersetorial, busca impactar positivamente a vida das pessoas. Com um corpo técnico qualificado, a Adesiap coopera para o sucesso do FNEC 2023 – Congonhas Criativa e trabalha para, juntamente com o realizador – a Prefeitura de Congonhas – e parceiros, fazer desse evento um marco de desenvolvimento econômico e social para o município e toda a região.

Toda a programação do FNEC é gratuita, mas atenção, as vagas são limitadas. O credenciamento é feito no site oficial do evento www.fnec.com.br pelo link: https://www.hbatools.com.br/forum-de-negocios-de-congonhas__1498

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade