18 de abril de 2024 18:27

Christian Souza, pré-candidato em Congonhas (MG), faz desafabo após dobradinha entre Anderson e Zelinho e conclama eleitorado de direita

A divulgação da dobradinha entre os ex-prefeitos Anderson Cabido (PSB) e o tucano José de Freitas Cordeiro, Zelinho, incendiou os bastidores provocando uma intensa movimentação de grupos, onde cada qual busca aliados para enfrentar os dois caciques políticos de Congonhas (MG). O anúncio é tido como certo, mais ainda faltando detalhes, segundo Zelinho, em entrevista a Participovo na sexta-feira (19). Já no domingo, Cabido participou da executiva do PSDB, onde o gesto foi interpretado como a sacramentação da dobradinha, já ocorrida entre 2005 a 2019 quando as duas lideranças alternaram no poder. Em 2020, Zelinho e Anderson estiveram em lados opostos, facilitando a eleição do atual prefeito Cláudio Dinho.

Mas as articulações continuarão intensas até o final da janela partidária em 6 de abril. Até lá, os candidatos poderão trocar de partidos movimentando os grupos. Mas após a divulgação da dodrabinha Anderson/Zelinho, o ex-candidato em 2020, Christian Souza foi as redes sociais confirmando sua intenção de entrar na disputa e mandou um recado. Para ele, a a união não é novidade já que são aliados históricos. “Tenho recebido comentários e mensagens a respeito das últimas movimentações políticas e possíveis alianças, muitas delas de pessoas historicamente ligadas, o que eu acho natural. Eu respeito tudo isso. Me sinto na obrigação de dizer que serei leal a aquilo que eu acredito de verdade e me propus a representar na política da nossa cidade. Aquele que é eleitor de direita e conservador e se identifica com o ex-presidente Bolsonaro e quer uma renovação você pode ficar tranquilo e será representado nas eleições deste ano. Vamos buscar soluções e projetos, sem abrir mão dos valores e princípios que nós acreditamos tanto na política nacional como municipal”, desabafou, em um visível tom de irritação, já que tem ambições de chegar ao poder de uma das cidades mais ricas de Minas.

Christian foi secretário na gestão de Zelinho e contava com um possível apoio do tucano na sua empreitada. Nas últimas eleições, Christian contou com a hipoteca de Zelinho e seu grupo, mas ficou em 3º lugar com 8.878 votos, atrás de Dinho com 11.158 e Anderson Cabido com 9.743 votos. Novos desdobramentos acontecerão nos próximos meses e resta saber para onde caminhará Christian Souza, já que é um crítico do atual governo de Cláudio Dinho.

Veja vídeo:

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade