17 de abril de 2024 12:43

Quer fugir da folia e se conectar com o divino e a natureza em Minas?

Anote a dica: Santuário do Caraça, na região Central, e São Thomé das Letras, na Serra da Mantiqueira, são lugares sagrados, místicos e, sobretudo, recantos de paz.

Visitar o Caraça é fazer uma viagem espiritual única. Localizado entre os municípios de Catas Altas e Santa Bárbara, na região Central de Minas Gerais, o santuário é um destino de paz que concilia o equilíbrio entre a natureza, história, a fé e os turistas que por lá passam e, claro, o lar para milhares de espécies da exuberante fauna e flora da mata atlântica.

Mas, o que fazer no Santuário do Caraça? Bem, a resposta é simples: tudo o que sua alma desejar! Se você quiser relaxar, o santuário oferece aquele momento único de não fazer nada, só contemplar a natureza ao redor e ouvir a sinfonia dos cantos dos pássaros, do vento e das cigarras. Já se você é apaixonado por natureza, poderá caminhar pelas trilhas ecológicas e admirar as belezas ao redor, que inclui diversas espécies de aves, borboletas e animais silvestres. Além de mergulhar em cachoeiras, piscinas naturais, rios e lagos. E se você é uma pessoa religiosa, poderá participar de missas, rezas e atividades religiosas na igreja do santuário.

Presença do imperador

 Dentro da primeira igreja neogótica do Brasil, o visitante poderá contemplar os belíssimos vitrais franceses, presente do imperador dom Pedro II
Dentro da primeira igreja neogótica do Brasil, o visitante poderá contemplar os belíssimos vitrais franceses, presente do imperador dom Pedro IIMarcos Michelin/EM

Famoso no Brasil e no mundo, o Santuário do Caraça tem um roteiro imperdível, com trilhas para os atrativos naturais, históricos e religiosos. Repleto de cultura e antiguidades históricas, o Centro Histórico do lugar conta com a bela igreja de Nossa Senhora Mãe dos Homens, que tem celebrações diárias de missas onde é possível ver o primeiro órgão de tubos fabricado no Brasil.

Além disso, o Santuário conta uma extraordinária Santa Ceia, pintada pelo Mestre Ataíde, e belíssimos vitrais franceses, os quais foram presentes do próprio dom Pedro II – figura histórica que visitou a região em abril de 1881. Dentro das ruínas do colégio, que foi tomado pelo fogo em 1968, ficam o museu e a biblioteca, dois atrativos turísticos imperdíveis. Outro ponto de visitação são as catacumbas, onde estão sepultados párocos que atuaram no Santuário, desde 1774.


Fonte de conhecimento

Constantemente vistos no santuário, os lobos-guará encantam os visitantes
Constantemente vistos no santuário, os lobos-guará encantam os visitantesTiago Parreiras/Santuario do Caraça

O complexo é tombado como Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e Estadual. O local foi escolhido como uma das Sete Maravilhas da Estrada Real. Conta com um amplo Conjunto Arquitetônico onde estão a primeira igreja de estilo neogótico do Brasil, o prédio do antigo Colégio (hoje Museu e Biblioteca), o hotel com 57 apartamentos e quartos, com capacidade para até 230 pessoas, e a Fazenda do Engenho, com 26 apartamentos. O Complexo do Caraça possui enorme diversidade de fauna e flora, com raridades de animais e plantas no meio ambiente. Na ampla diversidade de sua fauna, há 386 espécies de aves, 42 espécies de répteis, 12 espécies de peixes e 76 espécies de mamíferos.

Na ampla diversidade de sua fauna, há 386 espécies de aves
Na ampla diversidade de sua fauna, há 386 espécies de avesGladyston Rodrigues/EM

Onde se refrescar

De fácil acesso, a Cachoeira Cascatinha fica cerca de 2 quilômetros do santuário
De fácil acesso, a Cachoeira Cascatinha fica cerca de 2 quilômetros do santuárioAlvaro Duarte/EM


Para se ligar à natureza, a dica é: aproveite os banhos de cachoeiras e piscinas e, claro, as trilhas. A Cascatinha é o principal atrativo entre tantas cachoeiras do Caraça. De fácil acesso, o banho no local é imperdível – sua beleza é rara e suas águas relaxantes. Perto dela fica a Prainha, como o próprio nome já diz, um banco de finíssima areia, onde o Ribeirão Caraça passa tranquilamente.

Douglas Henrique, coordenador ambiental do Santuário do Caraça, lembra que o destino turístico está dentro de uma Reserva Particular do Patrimônio Natural – RPPN e por isso é dever de todos preservar a natureza: “temos diversas opções de passeios, tanto para quem deseja fazer uma trilha mais longa ou mesmo para quem busca apenas um modo de espantar a onda de calor. Mas para todos os visitantes, fica o nosso pedido para que cada pessoa que vier aqui, faça a sua parte e ajude a manter vivo o nosso pedacinho do paraíso”, convida.

Cascatinha


A Cascatinha é formada por quatro quedas d’água e quatro piscinas naturais, das quais duas são permitidas para banho. Localiza-se a 2 quilômetros do Santuário, por uma trilha de fácil acesso. Suas águas puras nascem acima das quedas, de onde vêm saltando pela encosta e pelas pedras. De acordo com Douglas Henrique, a Cascatinha é um dos locais mais procurados. “Isso se deve pela curta distância, pela facilidade de acesso e, claro, pela beleza de sua paisagem e pela atração de suas águas”, diz.

Prainha


Ela se encontra na mesma trilha da Cascatinha e, como o próprio nome já diz, é uma prainha de água doce, em que o Ribeirão Caraça passa tranquilamente, com suas margens embelezadas por finíssima areia. Caminho de fácil acesso, recomendado para todas as estações. Muito apropriado para crianças, desde que acompanhadas por seus responsáveis, pois as águas são muito rasas e tranquilas, além de ser muito próximo do Centro Histórico, não chegando a 1 km.

Banho do Belchior


O Banho do Belchior é uma corredeira de água, isto é, nem uma cachoeira nem um rio manso. A água cai como que cortando as rochas e fazendo várias piscinas naturais. Situa-se a 2 quilômetros do Centro Histórico. O caminho é de fácil acesso, plano e sem desníveis.

Cascatona


Para quem animar andar um pouco mais, há a opção da Cascatona, uma cachoeira de 80m. Uma trilha de 4,5 quilômetros por uma área de Mata Atlântica leva o visitante até o local, na sua grande extensão o visitante está protegido do sol. A trilha possui trechos íngremes, principalmente na volta ao Santuário, exigindo um esforço maior. Chegando até à Cascatona, o visitante pode ir até o Oratório, de onde se tem uma bela vista panorâmica. Para chegar a cachoeira, você descerá por uma secadora com 264 degraus para um banho ou um mergulho em suas águas geladas. Não é recomendado a visita a este atrativo no período das chuvas.

Taboões


Os Taboões estão a 3 quilômetros do Centro Histórico do Caraça. Pode-se ir de carro até certa altura da estrada asfaltada. A trilha tem uma bifurcação e ambos os caminhos levam ao local. O da direita leva a uma grande piscina natural. O da esquerda leva a corredeiras formadas por entre o leito rochoso do Ribeirão Caraça. Oferecem oportunidade de descanso e lazer, possibilidade de nadar e se banhar. Inclusive, uma pequena duna de areia fina ajuda a formar uma pequena praia em uma de suas margens.

Piscina


A Piscina do Caraça está num pequeno descampado, localizado a menos de 2 quilômetros do Centro Histórico. É rústica, sem ladrilhos, e com água corrente. Um local muito apropriado para o descanso, o lazer e a confraternização. Vai-se até lá pela estrada asfaltada, e é um dos poucos lugares do Caraça onde se pode ir de carro.

Banho do Imperador


O Banho do Imperador era o local onde, no tempo do Colégio, os meninos tomavam seu banho semanal. Quando da visita de Sua Majestade Dom Pedro II, o próprio Imperador, segundo o relato que fez em seu diário, ali tomou banho, deixando sua imperial assinatura no nome que até hoje este bosque cheio de encantos, cortado pelo Ribeirão Caraça, carrega.

Mais atrações

Gastronomia

 Com rica gastronomia, visitante vai se deliciar com o melhor da comida e quitutes mineiros
Com rica gastronomia, visitante vai se deliciar com o melhor da comida e quitutes mineirosAlexandre Guzanshe/EM


A gastronomia do Caraça é um ponto que merece atenção especial dos visitantes. O queijo minas artesanal, cujo processo de fabricação existe há mais de 200 anos, é uma das delícias mais procuradas no Santuário e é matéria prima de vários pratos da região em concursos e festivais gastronômicos. Além da experiência de comer no refeitório histórico, com toda a simplicidade e variedade de sabores da comida mineira, há uma adega no local onde dá para ver o processo de produção do vinho tinto, do hidromel e dos fermentados de laranja, jabuticaba e morango. Há também a padaria, que fabrica pães, bolos e biscoitos, e a doçaria, para doces, geleias e compotas.

Museu


O museu, montado a partir de mobiliário e artefatos diversos de uso diário, pertencentes ao próprio Caraça e com algumas peças remanescentes de séculos passados, constitui um interessante lugar de visitação, diariamente procurado pelos hóspedes e visitantes, através de percursos guiados pelos monitores.

Serviço

Santuário do Caraça

Local: Estrada do Caraça, Km 9 – Entre os municípios de Catas Altas e Santa Bárbara. Fácil acesso pelas rodovias BR 381 e MG 436, além do da possibilidade de ir por trem (Estação Dois Irmãos – Barão de Cocais)

www.santuariodocaraca.com.br

Instagram:

@santuariodocaraca

REFÚGIO MÍSTICO

Casa da Pirâmide, em São Thomé das Letras, é o local mais místico e procurado para avistar o pôr do Sol
Casa da Pirâmide, em São Thomé das Letras, é o local mais místico e procurado para avistar o pôr do SolTúlio Santos/EM

São Thomé das Letras é aquele lugar onde o misticismo se entrelaça com a natureza exuberante, convidando os visitantes a explorar não apenas suas belezas naturais, mas também as energias e histórias que permeiam suas ruas e montanhas. Para quem busca um carnaval longe do convencional, imerso em uma atmosfera mágica e renovadora, a vila mística se apresenta como o destino ideal.

Localizada na Serra da Mantiqueira, no Sul de Minas Gerais, São Thomé das Letras tem pouco mais de 10 mil habitantes e atrai visitantes de todo o Brasil e do mundo por sua beleza natural..Durante o carnaval, a pequena cidade mineira oferece uma programação alternativa, com eventos culturais, apresentações musicais e atividades ligadas à espiritualidade, proporcionando aos visitantes a oportunidade de vivenciar uma celebração única, longe do fervor carnavalesco tradicional. A cidade atrai também artistas, músicos e praticantes de terapias alternativas, tornando-se um ponto de encontro para aqueles que buscam uma experiência enriquecedora e espiritual durante o período festivo.

A cidade é cercada por montanhas, cachoeiras e grutas, que formam um cenário deslumbrante. As pedras que compõem o relevo local são de origem vulcânica, o que confere à região uma energia especial, segundo os místicos. A história de São Thomé das Letras também é envolta em mistérios. Diz a lenda que o nome da cidade é uma homenagem a um ex-escravizado fugitivo, João Antão, que se refugiou em uma gruta no alto da montanha. Outras histórias populares contam que a cidade foi habitada por civilizações antigas, dotadas de conhecimentos mágicos e capazes de se comunicar com seres extraterrestres. Essas histórias criam um ambiente místico que cativa e fascina aqueles que a visitam.

 Com vista para cidade e o vale, turistas contemplam a paisagem no refúgio de paz
Com vista para cidade e o vale, turistas contemplam a paisagem no refúgio de pazJefferson da Fonseca Coutinho/EM

São Thomé das Letras é um destino popular para adeptos de religiões e filosofias esotéricas. É comum ver grupos de pessoas fazendo meditação, yoga ou outras práticas espirituais nas ruas e praças da cidade. Também é conhecida por seus relatos de aparições de óvnis. A cidade já foi palco de diversos avistamentos, que foram registrados por testemunhas e até mesmo por câmeras.

Roteiros turísticos:

 Recarregue as energias e sinta toda a magia da Cachoeira Vale das Borboletas
Recarregue as energias e sinta toda a magia da Cachoeira Vale das BorboletasMARDEN COUTO/TURISMO DE MINAS

Casa da Pirâmide: localizada no alto de uma montanha, a construção em pedra em forma de pirâmide é considerada um local de energia especial e o mais visitado da cidade

Gruta de São Thomé: uma das atrações mais famosas da cidade, a Gruta de São Thomé é um local de beleza impressionante, com formações rochosas surpreendentes e uma atmosfera mística que atrai visitantes em busca de contemplação e espiritualidade.

Pedra da Bruxa: O local oferece uma vista deslumbrante da região, além de ser associada a lendas e histórias místicas que despertam a curiosidade dos visitantes.

Cachoeiras:

São Thomé das Letras é cercada por belas cachoeiras, como a Cachoeira Véu da Noiva e a Antares, que convidam os visitantes a desfrutar de momentos de conexão com a natureza e renovação espiritual.

Como chegar

São Thomé das Letras fica a cerca de 350 quilômetros de Belo Horizonte, a capital de Minas Gerais. De carro, o acesso é pela BR-383. De ônibus, há linhas regulares que partem de Belo Horizonte, São Paulo e outras cidades. De avião, o aeroporto mais próximo é o de Varginha, que fica a cerca de 100 quilômetros de São Thomé das Letras.

Onde ficar

São Thomé das Letras oferece uma variedade de opções de hospedagem, desde pousadas simples até hotéis de luxo. A cidade também tem uma boa infraestrutura de restaurantes e bares.

Onde comer

A culinária de São Thomé das Letras é uma mistura de sabores de Minas. Entre os pratos típicos da região estão o frango com quiabo, o feijão tropeiro e o angu.

FONTE ESTADO DE MINAS

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade