Depois de 76 dias, comércio começa hoje a a sua reabertura gradual; prefeito fez alerta do aumento de casos na região

19
Comércio inicia sua reabertura na próxima segunda-feira (25) / DIVULGAÇÃO

Há exatos 76 dias, o comércio em geral ficou fechado diante das restrições de medidas sanitárias em função do novo coronavírús. O Município aderiu através de um decreto, assinado na sexta-feira (22) ao Plano “Minas Consciente” que permitirá reabertura gradual do comércio já na “onda branca”. A decisão engloba todos os 51 Municípios da Macro Centro-Sul.

O decreto norteia a adoção de medidas sanitárias e distanciamento contidas no plano do Governo de Minas, como também o acompanhamento do cenário epidemiológico e assistencial da COVID-19 analisados pela Secretaria Municipal de Saúde e a garantia de regras de postura pelos clientes e pelos empregados ou similares dentro de seu estabelecimento;

Prefeito Mário Marcus / DIVULGAÇÃO

Os  comércios fixarão na entrada do estabelecimento, de forma visível e legível, a relação de procedimentos previstos no protocolo respectivo ao seu segmento outra atividade.

Pelo decreto, os indicadores orientarão a manutenção do processo de retomada das atividades econômicas, podendo determinar, quando for o caso, nova suspensão das respectivas atividades ou recuo das medidas.

A decisão de abertura foi decidida no Comitê Extraordinário de Enfrentamento ao COVID-19, formado por representantes do Governo Municipal, órgãos públicos e sociedade civil.

Alerta

Ontem (24), o Prefeito de Lafaiete, Mário Marcus divulgou um comunicado em demonstra preocupação com o crescimento de casos na região. Nas últimas 24 horas, sugiram 173 novos casos, sendo 170 (Barbacena), 2 (Congonhas) e um em Lafaiete. “Considerando o registro elevado de número de casos confirmados de pessoas contaminadas com covid-19 na macrorregional de saúde de Barbacena, da qual Lafaiete faz parte, informamos: A Secretaria Municipal de Saúde continuará monitorando a evolução dos casos no Município e na região, seguindo as orientações dos órgãos de saúde do Estado, adotando as ações necessárias no sentido de garantir o bem estar e a preservação da saúde da população.

Reafirmamos, ainda, que o cumprimento de todos os protocolos sanitários bem como o uso de máscara são de grande importância para o controle da pandemia no Município”.

 

Leia mais: