Festa cultural: ovacionado de pé, Geraldo Lafayette retorna à Câmara, critica seus detratores virtuais, enumera avanços e diz “que fez o máximo permitido”; “mais que postagens, eu trabalho”, desabafa

11
Agentes culturais tomaram o recinto da Câmara mostrando a força do setor/DIVULGAÇÃO

Um dia de afirmação da cultura lafaietense. Com o plenário tomado por artistas, produtores, escritores e agentes culturais das diversas mais manifestações, o teatrólogo, Geraldo Lafayette (PP) reassumiu ontem (3), em uma noite festiva, uma das 13 cadeiras, substituindo o ex vereador Oswaldo Barbosa (PP), após 34 meses a frente da pasta da cultura.
Em um discurso carregado de forte político e exaltação pelos avanços, Geraldo fez um balanço de sua administração, enumerou conquistas, criticou seus opositores nas redes sociais como também não poupou os gestores da cultura nos últimos anos.
A volta
Geraldo disse que retoma os trabalhos legislativos, porém não se licenciou do cargo em respeito aos mais de 1 mil votos que lhe foram depositados. “Mesmo que tímido fizemos o que podíamos pela cultura e trabalhamos em prol da classe artística. Representar não é função específica do vereador. Não sou o melhor, mas fiz o máximo que podíamos pela cultura”, assinalou. “Não me acovardei nem trai meus votos, mas me sinto feliz pelo que realizei, trabalhando com hombridade, amor pela cultura e principalmente pelos artistas’, avaliou.
Contraponto
Geraldo destacou o apoio da administração municipal na valorização da cultura, diferente dos planos estadual e federal. “Diferentes do Governo Estadual e Federal, a atual gestão deu tratamento diferenciado a cultura. Foi pouco o que fizemos, mas foi o melhor possível”, afirmou.
Críticas e obras

Prefieto e Vice prestigiaram evento mostrando prestígio do ex secretário/DIVULGAÇÃO

O ex secretário não poupou críticas as gestões anteriores na área cultural comparando-as terra arrasada, citando o patrimônio histórico em ruínas e a falta de apoio às manifestações artísticas. Ele citou a democratização e amplo acesso ao uso do espaço Solar Barão do Suassuy, o restauro do Museu Ferroviário e reabertura do Teatro Municipal como um de suas principais ações na gestão patrimonial.
A restauração da Casa de Cultura Gabriela Mendonça, cujo projeto será enviado a aprovação do Conselho de Cultura, é um dos legados da sua gestão. A obra deve durar cerca de 24 meses e iniciará nos próximos meses com recursos garantidos no valor de pouco mais de R$2,3 milhões. Outro patrimônio que será reformada da fonte luminosa com recursos do fundo municipal de cultura a ser concluída ainda este ano. Ele elogiou a dedicação do corpo de funcionários pediu que Câmara estabeleça um termo de cooperação com a prefeitura para reforma do Teatro Municipal.
Redes sociais
“Mais que postagens e vídeos nas redes sociais, eu trabalho”, desabafou em seu discurso. A resposta é um aviso a seus detratadores na redes sociais. “Hoje eu não sou candidato a nada. Aqui sou funcionário do povo e nunca usei o cargo em benéfico próprio. Entrei com o nome limpo e sairei com o nome limpo”, finalizou o Vereador Geraldo Lafayette quando foi saudado efusivamente pela plateia.

Ao enumerar avanços,. Geraldo elogiou administração pela valorização da cultura, diferente dos Governos Estadual e Federal/DIVULGAÇÃO

Prefeito Mário Marcus faz elogio
Tanto o Prefeito Mário Marcus como o Vice Prefeito, Marco Antônio, marcaram presenças na posse reconhecendo o trabalho desempenhado pelo ex secretário e evidenciando o prestígio de Geraldo Lafayette. “Encontramos muitos patrimônios interditados, cultura desprestigiada e uma classe artísticas que clamava por valorização. Em poucos anos resgatamos os festivais, recuperamos nossos patrimônio. Ele irá continuar colaborando conosco”, resumiu Mário Marcus.

O Secretário de Desenvolvimento Econômico, Rafael Novo, acumulará a pasta da cultura. “Daremos sequência aos trabalho e projetos desenvolvidos pelo Geraldo. Queremos iniciar as obras do restauro da Casa de Cultura Gabriela Mendonça e da Fonte Luminosa”, disse a nossa reportagem Lana.