Momentos de terror: homens armados rendem, agridem e atiram em idoso durante assalto em Lafaiete

20
Sr. Afonso recupera-se das agressões e tiro sofridos em assalto em um quarto da Maternidade São José/CORREIO DE MINAS
Sr. Afonso recupera-se das agressões e tiro sofridos em assalto em um quarto da Maternidade São José/CORREIO DE MINAS

O idoso Afonso Antônio Almeida, 89 anos, passou por momento de terror. Por volta das 14:30 horas, no dia 30, ele estava na cozinha, de sua fazenda, em São Vicente, zona rural de Lafaiete, acompanhado de outro homem, fazendo café quando foi surpreendido com 4 homens encapuzados, armados que anunciaram o assalto.

Eles chegaram gritando e perguntando onde estava o dinheiro. Em seguida um dos bandidos agrediu sr. Afonso com um soco e aplicou-lhe um golpe de gravata. As duas vítimas tiveram suas mãos amarradas. Os ladrões reviram toda a casa a procura de objetos e dinheiro.

Apesar de apreensivo, o idoso manteve a calma e levou os ladrões até uma gaveta e entregou cerca de R$3.5 mil em diversas notas.

Não satisfeitos o ladrões gritavam e exigiam mais dinheiro. Quando Afonso pensava que estaria terminando a ação criminosa ele foi atingido por um tiro que acertou na sua direita.

Antes de sair, os bandidos prenderem os dois homens em um banheiro e roubaram o fusca, ano 77, relíquia do sr. Afonso. Da casa ainda foram levados diversos objetos de valor e uma arma.

Sr. Afonso passou por cirurgia e bala ainda está alojada na perna/CORREIO DE MINAS
Sr. Afonso passou por cirurgia e bala ainda está alojada na perna/CORREIO DE MINAS

Após a fuga dos ladrões, um vizinho acionou a polícia que chegou a São Vicente. Duas horas depois o carro foi encontrado.

Sr. Afonso foi socorrido e levado a Maternidade São José onde ainda está internado. O idoso passou por cirurgia no fêmur. A bala encontra-se alojada na sua perna e as marcas das agressões estão espalhadas pelo rosto e corpo.

Em entrevista a nossa reportagem sr. Afonso e sua filha Eni Almeida cobram justiça e prisão dos bandidos. Eles reclamaram da falta de segurança em São Vicente onde cresce o número de assaltos e consumo de drogas.