Morre o jornalista Douglas Couto

16

Faleceu neste sábado (29) o jornalista Douglas Couto, 37 anos. Natural de Lafaiete, Douglas atuou em algumas das principais redações de Minas Gerais, como O Tempo, Hoje em Dia, Diário do Comércio e assessorias de comunicação. O jornalista morava em Mariana e morreu em decorrência de uma insuficiência renal e hepática no Hospital Lifecenter, em Belo Horizonte, onde estava internado desde 3 de junho.

Jornalista deixa um legado de profissionalismo, de amor à vida e às pessoas/REPRODUÇÃO

Atualmente trabalhava na Fundação Renova. Formado pela UNIPAC Lafaiete em janeiro de 2008, cidade na qual tinha também vínculos familiares, Douglas foi homenageado pela Universidade ao final do curso pelo exemplo e dedicação.

Uma das marcas do jornalista era exatamente o engajamento, profissionalismo e rede de parcerias que criou tanto pessoal quanto profissionalmente.

A paixão de Douglas Couto pelo jornalismo começou antes mesmo da faculdade. Desde a infância era aficionado pela informação. Foi um grande “embaixador” da Primaz das Minas Gerais. Carregava Mariana no coração por onde passava, conquistando a todos com sua empatia e espontaneidade. Entre os principais trabalhos de Douglas estão as coberturas dos principais fatos que marcaram e marcam as cidades históricas de Ouro Preto e Mariana. Foi um dos principais entrevistadores do Arcebispo de Mariana, Dom Luciano Mendes, até seu falecimento em 2006.

O CORREIO DE MINAS expressa condolências aos familiares e amigos de Douglas. Um ser humano que legou um grande exemplo de companheirismo, abnegação e amor às pessoas.

O velório acontece na Câmara Municipal de Mariana, a partir das 16h. O sepultamento vai ocorrer amanhã (30) às 8h, no distrito de Furquim.

 

.

.