Pais desempregados lutam para manter família e pedem ajuda para cirurgia de filho com doença rara

17
Solidariedade: campanha consegue cirurgia para criança com doença rara e pai é empregado/Reprodução

Tatielen tem 22 anos, casada, moradora de Ouro Branco, mãe de 3 filhos, um de 7 anos, um de 5 anos e do pequeno Davi de 8 meses. Este bebê está em investigação para uma doença chamada de Hirschsprung ou Megacolon agangliônico congênito  na qual consiste na ausência de inervação intrínseca na parede intestinal na porção terminal do aparelho digestivo.

Tal inervação é importante para que ocorram as contrações para a eliminação das fezes. Desta forma ocorre incapacidade de eliminação de fezes (o bebê não consegue evacuar), as fezes se acumulam, dilatando o intestino e causando distensão abdominal importante. O tratamento definitivo da doença de Hirschsprung é cirúrgico.
Davi precisa dos exames para fechar o diagnóstico bem como da cirurgia para seu tratamento definitivo. Para tanto, a mãe vem tentando o tratamento pelo SUS, até então sem sucesso.
Tatielen e o marido estão desempregados e vivem atualmente com R$ 260,00 que recebem “bolsa família”, além de alguns “bicos” que o marido tem conseguido esporadicamente.
Eles devem R$ 1.300,00 de aluguel, a casa deles está sem luz pois devem também em torno de R$ 900,00 em contas atrasadas.

Peço para que quem puder ajudar de alguma forma o faça, seja com alimentos, roupas, fraldas para o bebê (tamanho G), ajuda financeira, oferta de emprego para o marido.

(31) 98526- 6938

  • Lafaiete sem Jeito

https://www.facebook.com/vitor.laf/videos/630723534012441/

Fonte: Lafaiete tem jeito