Presidente honra compromisso, quita salário e espanta greve

21
Motoristas e cobradores apostam que empresa cumprirá os acordos firmados/CORREIO DE MINAS

A  Viação Presidente honrou o compromisso firmado e quitou nesta tarde (30) os salários referentes ao mês de junho aos motoristas e cobradores. O pagamento veio 25 dias de atraso, mas a empresa ainda se comprometeu a pagar até no máximo dia 7 de agosto, o adiantamento (previsto para dia 20/7) da categoria. Os setores de manutenção ainda não receberam seus salários, mas a empresa afirmou que na semana que vem quitaria os valores.

Mas os funcionários estão desconfiados se a empresa cumprirá em dia o pagamento do mês de julho que vem no dia 5 de agosto. “Se a empresa ainda não conseguiu pagar os mês de junho como pagará o mês de julho? Vai acumular tudo”, afirmou uma funcionária.

Mas ao certo, a empresa espantou a ameaça de uma greve. Ontem (29), diante da falta de informações sobre o pagamento dos salários, os funcionários cruzaram os braços e o transporte coletivo não funcionou em Lafaiete.  Graças a boa vontade dos cobradores e motoristas, eles voltaram ao trabalho mas permanecem em vigília aguardando os desdobramentos dos compromissos firmados coma Presidente.