21 de julho de 2024 17:43

Programa de LULA beneficiará parte dos endividados do país

O programa Desenrola de Lula contemplará apenas uma parte dos devedores, que já somam 70 milhões.

Durante sua campanha eleitoral, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), prometeu o lançamento de um programa para perdoar dívidas, o Desenrola. No entanto, ao que tudo indica, a iniciativa contemplará apenas uma parte dos devedores, que atualmente são 70 milhões.

Todavia, segundo informações, há uma justificativa lógica para isso. O programa beneficiará 37 milhões de pessoas, número que representa os endividados com renda de até dois salários mínimos. Desse modo, para muitos especialistas, seria uma oportunidade única para os mais vulneráveis.

De acordo com as informações divulgadas até aqui acerca do programa, ele funcionará como uma plataforma de negociação, reunindo credores e devedores. Além de  bancos e instituições financeiras, outras empresas podem ser incluídas. Contudo, a proposta ainda está sendo desenvolvida.

Bolsa Família será pago a milhões de crianças a partir de março

O novo Bolsa Família já está em vigência. Dessa forma, os repasses terão início no dia 20 de março, com a inclusão de quase 700 mil famílias. E neste mês, os beneficiários contarão com uma novidade.

Cerca de 8,9 milhões de crianças de zero a seis anos receberão o adicional de R$ 150, intitulado de Auxílio Primeira Infância. Todavia, além desse pagamento, a partir do mês de junho as famílias contarão com um novo adicional.

O Governo Federal pagará mais R$ 50,00 para gestantes e para crianças e jovens entre sete e dezoito anos. Assim, serão contempladas cerca de 820 mil gestantes, 7,1 milhões de crianças de sete a 12 anos e 7,9 milhões de adolescentes entre 13 e 18 anos.

“O cadastro é vivo, passa sempre por modificações. Hoje o número é esse, mas daqui a alguns dias pode ser outro. No mês que vem uma gestante pode ganhar neném, por exemplo, e então vai sair uma gestante e entrar um bebê no cadastro”, explicou Wellington Dias, ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome.

Quem pode receber o Bolsa Família

Para entrar no programa, o cidadão deve ter inscrição ativa no Cadastro Único (CadÚnico) e corresponder aos seguintes requisitos:

  • Estar em situação de extrema pobreza – renda familiar mensal por pessoa de até R$ 105,00; ou
  • Estar em situação de pobreza (desde que tenham, entre os seus membros, gestantes ou pessoas menores de 21 anos) – renda familiar mensal por pessoa entre R$ 105,01 e R$ 218,00; ou
  • Ter entre os membros que residam na mesma casa e sejam inscritos no Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Além disso, como forma de as famílias se manterem na folha de pagamentos do benefício, será preciso:

  • Que as crianças estejam com a carteira de vacinação em dia;
  • Que as gestantes estejam em acompanhamento de pré-natal;
  • Que as crianças e adolescentes tenha uma frequência escolar entre 60% e 75%.

Valor liberado no novo Bolsa Família

Como foi possível notar, uma das principais novidades anunciadas pelo governo Lula sobre o programa social foram os adicionais. Por meio deles, o objetivo é garantir um pagamento justo as famílias beneficiárias que vivem em condição de vulnerabilidade social.

Veja como ficaram os valores:

  • Valor mínimo por família de R$ 600,00 por mês;
  • Adicional de R$ 150,00 por criança de até seis anos começando em março;
  • Adicional de R$ 50,00 para crianças acima de sete anos, adolescentes até 18 anos e gestantes, com pagamento a partir de junho.

Calendário do Bolsa Família – Março

Confira as datas de pagamento deste mês:

  • NIS final 1: 20 de março;
  • NIS final 2: 21 de março;
  • NIS final 3: 22 de março;
  • NIS final 4: 23 de março;
  • NIS final 5: 24 de março;
  • NIS final 6: 27 de março;
  • NIS final 7: 28 de março;
  • NIS final 8: 29 de março;
  • NIS final 9: 30 de março;
  • NIS final 0: 31 de março.

FONTE NOTÍCIAS CONCURSOS

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade