20 de abril de 2024 08:16

Boas novas para aposentados INSS: surpresas que você vai amar!

Novidades deixarão os beneficiários de queixo caído

A data dos repasses do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) de novembro está cada vez mais próxima. Neste mês, os beneficiários terão direito a algumas atualizações extremamente benéficas, incluindo valores extras para alguns indivíduos.

Logo, essas vantagens poderão ser aproveitadas por uma certa parcela do público. Portanto, é de suma importância permanecer atento aos dias de recebimento. Hoje, vamos conferir mais sobre esses valores especiais e quem terá direito a desfrutá-los.

Conhecendo as novas notícias

A primeira delas é que os contemplados do INSS gozarão de uma redução nas taxas de juros cobradas por empréstimos consignados. No dia 11/10/2023, essa diminuição foi aprovada pelo Conselho Nacional de Previdência Social e, agora, o percentual ao mês é de 1,84%, sendo que antes era de 1,91%.

Consequentemente, o pagamento das aposentadorias e demais benefícios de novembro trará um aumento no montante do salário-mínimo. Isso deve-se à nova política de valorização, que, por sua vez, se baseia no PIB e no INPC registrados até o momento. Portanto, essa equação resultará na cifra de R$ 1.461 no ano de 2024, uma subida de 10,68%.

Em terceiro lugar, as pessoas que recebem o BPC (Benefício de Prestação Continuada) poderão contratar um empréstimo consignado com margem consignável de 30%. Nos moldes anteriores, tal porcentagem era de 35% e os beneficiários não terão mais direito a 5% para ambos os cartões, podendo comprometer apenas 5% para um deles.

Por fim, o décimo terceiro salário deste ano (2023) não apresentará o valor mínimo (R$ 1320), como é costumeiro. Em vez disso, ele será proporcional para os segurados que começaram a receber seus benefícios a partir de maio.

Um dos benefícios mais aguardados é o pagamento do décimo terceiro salário. No entanto, neste ano, o valor não será de um salário mínimo (R$1320), como de costume. Ele será proporcional para os segurados que passaram a receber o benefício a partir de maio. Vejamos os grupos que têm direito:

  • Aposentados;
  • Pensionistas;
  • Beneficiários do auxílio-doença;
  • Beneficiários do auxílio-acidente;
  • Beneficiários do auxílio-reclusão;
  • Beneficiários do salário-maternidade.

Por fim, para aqueles que podem receber esses valores, o décimo terceiro será, em média, de R$ 800. Entretanto, para quem possui direito a uma quantia maior do que o mínimo, as cifras do abono natalino podem chegar a impressionantes R$ 5.000.

FONTE CAPITALIST

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade