24 de maio de 2024 04:48

Homem é preso suspeito de abusar sexualmente da filha

O homem foi localizado e preso na última quarta-feira (17 de abril) em um hotel na cidade de Itaúna

Um homem de 33 anos foi preso suspeito de abusar sexualmente da própria filha, de 13 anos, no bairro Jardim Leblon, região de Venda Nova, em Belo Horizonte. O homem foi localizado e preso na última quarta-feira (17 de abril) em um hotel na cidade de Itaúna, região Centro-Oeste de Minas. Os detalhes do caso foram divulgados pela Polícia Civil (PCMG) nessa quinta-feira (19 de abril).

Segundo a PCMG, o crime foi denunciado em fevereiro de 2023 pela mãe da vítima, que flagrou o crime. “Trata-se de um caso gravíssimo que, segundo consta nos autos, a mãe acordou de madrugada e ao passar pelo corredor da casa o autor cometendo o crime”, relata a delegada Larissa Mayerhofer. Com a denúncia, foi instaurado o inquérito policial e iniciada a investigação pela equipe da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).

Segundo a delegada, com medo, diante da periculosidade do suspeito, a mulher fingiu passar mal e, na manhã seguinte, acionou a polícia. “Na ocasião, ela [a mãe da vítima] fez que se sentiu mal, perplexa com a situação, e, já sabendo que o homem é um indivíduo perigoso, ficou com medo e esperou o dia amanhecer, levou a filha ao hospital para ser medicada e acionou a polícia”, detalhou.

Homem tentou subornar policiais

Segundo a PCMG, na época da denúncia, em fevereiro de 2023, o suspeito foi preso em flagrante e tentou corromper os policiais. “Durante a abordagem, ele ofereceu uma arma de fogo em troca da liberdade”, destaca Mayerhofer. Ainda, de acordo com a delegada, o homem ficou preso até o mês de maio. “Ele ganhou a liberdade, tendo em vista que no curso do processo a mãe e a vítima, ouvidas em juízo, desdisseram as declarações iniciais”, frisa.

Ainda conforme a PCMG, considerando a extensa ficha criminal do investigado, envolvido em tráfico de drogas e arma de fogo, e que as vítimas estavam sendo coagidas, foi possível representar pela prisão preventiva. O mandado foi concedido pela Justiça e cumprido pela equipe da Depca com o apoio dos policiais civis lotados em Itaúna.

“Após inúmeras tentativas e todo trabalho de inteligência, recebemos a notícia de que o homem estava escondido em um hotel de Itaúna e imediatamente as equipes se deslocaram e cumpriram o mandado de prisão dele”, conclui a delegada.

FONTE O TEMPO

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade