13 de julho de 2024 07:31

Ex-funcionária é condenada por desviar quase R$ 600 mil de hospital em Minas

A Justiça condenou a oito anos de prisão uma ex-funcionária do Hospital São João Batista, de Viçosa, na Zona da Mata, acusada de desviar R$ 591 mil da unidade de saúde.

A mulher trabalhava no setor de pessoal e, por ocupar um cargo de confiança, tinha acesso exclusivo às ordens de pagamento enviadas ao banco pela unidade de saúde. Conforme a investigação, ela fraudou arquivos da folha de pagamento por quase dez anos, desviando o dinheiro para as contas dela e de outra funcionária.

A ré confessou o crime e, por isso, teve a pena atenuada. Além de condenada à prisão, ela terá de pagar R$ 40 mil por danos morais. A ex-funcionária foi um dos alvos da Operação Metástase, deflagrada pelo em outubro de 2019 pelo Ministério Público de Minas Gerais.

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade