Com paralisação anunciada, trabalhadores em Lafaiete podem acordar sem transporte público amanhã

16

Com salários atrasados, os motoristas da Viação Presidente sinalizaram que podem amanhã (29) deflagrar uma paralisação no transporte público. A notícia foi veiculada nas redes sociais através do grupo “A Viação Presidente é uma Vergonha”, criado para denunciar as mazelas e as péssimas condições do transporte em Lafaiete.

Segundo uma internauta, por volta das 19:20 horas, uma motorista da empresa passou no terminal rodoviário anunciando que nenhum coletivo iria circular nesta quarta-feira até que os salários dos funcionários sejam regularizados. Há 2 meses eles estão sem sem receber da Viação Presidente.

Em reunião na Câmara em meados deste mês, o gerente da Viação Presidente, Luiz Carlos Beato, desabafou e disse que a empresa estava prestes a fechar suas atividades, principalmente em função da pandemia que reduziu em mais de 40% o úmero de passageiros.  A empresa passa por um  momento dramático é alvo de críticas pela qualidade do serviço prestado. Atolada em dívidas com funcionários e fornecedores, a empresa, segundo usuários, vem diminuindo as linhas e horários de ônbius como no Jardim Europa.

A empresa recorreu ao Prefeito Mário Marcus (DEM) pedindo a isenção do ISS a isenção do ISSQN por um período de 12 meses, a contar de 01/03/2020, ou outra alternativa que possa auxiliar a empresa nos compromissos básicos. Segundo ele, para não aprofundar a crise ou levar a empresa a falência, o proprietário vem injetando recursos para minimizar a saúde financeira da Viação Presidente.

 

 

Leia mais: