Falso psicanalista é preso por cometer abusos sexuais contra crianças

13

A Polícia Civil prendeu na tarde da última sexta-feira (29/07), na cidade de Ritápolis, W.P.S, 30 anos, suspeito por abusar sexualmente de uma criança de 11 anos e por exercício ilegal da profissão, como clínico psicanalista.

As investigações foram iniciadas após denúncia da família, quando a criança relatou que os abusos aconteceram em três sessões de terapia no mês de julho.

Durante a investigação, a Polícia Civil descobriu que o suspeito não atende aos requisitos exigidos pelo Conselho Regional de Psicologia  de Minas Gerais, e foi autuado por exercício ilegal de profissão. Segundo a Delegada responsável pelo caso, Alessandra Azalim, “foi realizado contato com o Conselho Regional, onde foi informado que o desfavorecido não faz parte do quadro de psicólogos e que a função exercida por ele não corresponde à profissão regulamentada por lei.”

Após depoimento, o suspeito foi levado para o presídio de São João del Rei, onde está a disposição da Justiça.

 Imagem:Reprodução/ilustrativa