Vereador cobra atenção e auxílio aos donos de vans escolares

17

Há quase 60 parados, e ainda sem uma data definida de retornos às aulas, os donos de van escolares passam por momentos terríveis de sentirem a renda cair e afetar as suas famílias em função da

Vereador Sandro / CORREIO DE MINAS

pandemia do coronavíus. Há cerca de 20 dias, eles fizeram um movimento para chamar a atenção dos lafaietense e do poder público sobre a grave crise enfrentada pela classe.
O usar a tribuna da Câmara, via on line, o  Vereador Sandro José (PROS) alertou que os profissionais precisam de uma posição da Prefeitura. “Está faltando planejamento e não vemos um plano de retorno as aulas que dê garantia e segurança aos pais, aos alunos como soa donos de vans. Já cobrei uma posição, mas até agora nada da prefeitura esclarecer a situação”, lamentou.
Segundo Sandro, diversos donos de vans passam por dificuldades financeiras. “Muitos dependem do serviço para pagar suas contas, alimentar a família e quitar o financiamento do veículos. Para alguns a situação é de desespero. A exemplo da nossa capial, a prefeitura poderia pensar em um auxílio”, finalizou.
Há cerca de 20 dias, a Comissão de Educação levou o pleito dos donos ao Secretário da pasta, Moisés Matias.

 

Leia também:

Vans escolares: Procon defende negociação direta de contratos; donos fizeram manifesto neste sábado