26 de maio de 2024 05:36

Crise no transporte público: sem alterações, Umuarama pode deixar serviço em Lafaiete e audiência vai discutir aumento da passagem

A crise não transporte público ainda persiste em Lafaiete. Acontece no dia 4, às 19: 00 horas no Solar Barão do Suassuí, em Lafaiete, audiência pública, para discutir o novo aumento da passagem dos coletivos.

O aumento foi protocolado pela Viação Umuarama, permissionária do transporte público coletivo regular de passageiros em caráter temporário.
Segundo a empresa, considerando o subsídio concedido pela Prefeitura no valor de R$233.000,00 mensais, a tarifa deveria estar no valor de R$ 5,8496. “Temos buscado soluções junto as autoridades competentes a fim de minimizar o custo da operação e consequentemente o déficit apurado pela empresa”, informou a empresa.

O pedido de aumento acontece no aumento em que os usuários criticam a supressão de diversas linhas e itinerário em diversos bairros e zona rural em função. A tarifa está defasada há vários anos.

“Com o alto custo da operação do sistema de transporte, a Umuarama está adequando os quadros de horários a fim de atender as linhas do sistema conforme a demanda e custo operacional. Com isto, algumas linhas terão sua oferta de viagens reduzidas nos dias úteis e nos finais de semana, em especial o atendimento de domingo, por ser muito deficitário devida a baixa demanda, poderá haver até a junção de algumas linhas e serem atendidas com serviço em modalidade circular”, justificou a empresa em nota divulgada à imprensa.

Mudanças

A Umuarama apresentou a prefeitura uma proposta de redução de 4% para 1% do da alíquota do ISSQN e alteração e a alteração da Lei 6.044/2021 que retira a obrigação de termos cobradores em 100% de nossos horários, o qual já foi tratado no ano passado, porém não aprovado.

“Salientamos que tal medida de desobrigação da função do cobrador, não significa a extinção da função, apenas teremos a possibilidade de colocar este colaborador nas linhas e em que justifique tê-lo devido a demanda específica de cada linha e horário para tal”, diz nota.

Segundo a empresa, em estudos realizados, estas alterações significarão uma redução de aproximadamente R$ 1,03 no custo da passagem, o que beneficiará aproximadamente 200 mil passageiros que transportamos e pagam a passagem mensalmente.

Para o usuário que utiliza o transporte rotineiramente com a média de 2 passagens por dia e durante 26 dias no mês, esta redução significará uma economia mensal de R$53,56 e anual de R$642,72.

Caso estas sugestões não forem acatadas a empresa pode deixar o serviço de transporte público em Lafaiete. Segundo a Umurama, seja ela ou qualquer outra empresa não tem condições, na atual conjuntura, de manter o serviço. “O custo de uma empresa aqui em Lafaiete é o mesmo para todas que vão assumir o serviço”, informou.

“Queremos baixar o custo. A prefeitura no repassa R$233 mil mas devolvemos mais de R$30 mil de ISSQN”, avaliou, cobrando mudanças para tornar a operação viável.

Leia mais

Com déficit de mais de R$1,1 milhão, Umuarama faz alerta de suspensão dos serviços e pede aumento de passagem

Viação Umuarama pede reajuste na tarifa e o valor ideal proposto seria de R$5,84; prejuízo da empresa chega a quase R$760 mil

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade