4 de março de 2024 07:57

INSS divulga LISTA de DOENÇAS que garantem afastamento por invalidez

A aposentadoria por invalidez é um benefício concedido pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) para aqueles que não podem mais exercer suas atividades de trabalho devido a doenças incapacitantes. Ninguém deseja passar por essa situação, mas é importante conhecer as doenças que podem levar a essa modalidade de aposentadoria e os requisitos para sua concessão.

Nesta matéria do Notícias Concursos, vamos explorar uma lista de doenças que garantem a aposentadoria por invalidez, as regras e exceções relacionadas a essas normas. Também abordaremos os critérios exigidos pelo INSS e a importância da perícia médica na concessão desse benefício. Continue lendo para obter informações detalhadas sobre o processo.

O que é a Aposentadoria por Invalidez?

aposentadoria por invalidez é um benefício previdenciário concedido aos segurados do INSS que estão incapacitados de forma permanente para o trabalho. Essa incapacidade deve ser comprovada por meio de uma avaliação médica realizada pela Perícia Médica Federal.

Ao contrário de outros tipos de aposentadoria, como por tempo de contribuição ou idade, a aposentadoria por invalidez pode ser concedida mesmo para aqueles que não completaram o tempo mínimo de contribuição ao INSS. Isso ocorre porque a incapacidade permanente impede o segurado de continuar trabalhando e contribuindo para o sistema previdenciário.

Requisitos para a Aposentadoria por Invalidez

Para ter direito à aposentadoria por invalidez, é necessário atender a alguns requisitos estabelecidos pelo INSS. Vamos conhecer os principais critérios exigidos:

Incapacidade Permanente

O primeiro requisito é comprovar a incapacidade permanente para o trabalho. Isso significa que o segurado deve estar impossibilitado de exercer qualquer atividade laboral, seja ela relacionada à sua profissão habitual ou a qualquer outra que possa ser exercida com a sua condição de saúde.

Carência

Além da incapacidade permanente, o segurado precisa ter cumprido a carência mínima de contribuições ao INSS. A carência é o período de tempo em que o segurado deve ter efetuado contribuições regulares para o sistema previdenciário. No caso da aposentadoria por invalidez, a carência é de 12 meses.

Qualidade de Segurado

Para ter direito à aposentadoria por invalidez, é necessário que o segurado esteja com a qualidade de segurado ativa. Isso significa que ele precisa estar em dia com suas contribuições previdenciárias ou ter cumprido o período de graça estabelecido pela legislação.

Perícia Médica

A concessão da aposentadoria por invalidez depende de uma avaliação médica realizada pela Perícia Médica Federal do INSS. Essa perícia tem como objetivo verificar a incapacidade permanente do segurado e sua impossibilidade de reabilitação para o trabalho em outra atividade.

É importante ressaltar que a perícia médica é um processo fundamental no reconhecimento da incapacidade e na concessão do benefício. Portanto, é essencial que o segurado apresente todos os documentos e laudos médicos necessários para comprovar sua condição de saúde.

Lista de Doenças que Garantem Aposentadoria por Invalidez

O INSS possui uma lista de doenças que são consideradas incapacitantes e que garantem o direito à aposentadoria por invalidez, mesmo sem cumprir a carência mínima de 12 meses. Essas doenças são reconhecidas como graves, irreversíveis e incapacitantes pelo Ministério da Saúde e do Trabalho e da Previdência Social.

A seguir, apresentamos uma lista das principais doenças que podem levar à concessão da aposentadoria por invalidez:

  1. Tuberculose ativa
  2. Hanseníase (lepra)
  3. Alienação mental
  4. Câncer (neoplasia maligna)
  5. Cegueira
  6. Paralisia irreversível e incapacitante
  7. Cardiopatia grave
  8. Mal de Parkinson
  9. Espondiloartrose anquilosante
  10. Nefropatia grave
  11. Estado avançado da doença de Paget (osteíte deformante)
  12. Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS)
  13. Contaminação por radiação, com base em conclusão da medicina especializada
  14. Hepatopatia grave

Outras doenças também podem ser consideradas para a concessão da aposentadoria por invalidez, desde que sejam reconhecidas como graves, irreversíveis e incapacitantes.

Processo de Concessão da Aposentadoria por Invalidez

O processo de concessão da aposentadoria por invalidez envolve algumas etapas importantes. Vamos conhecer cada uma delas:

Agendamento da Perícia Médica

O primeiro passo é agendar a perícia médica junto ao INSS. O segurado deve entrar em contato com a Central de Atendimento do INSS ou acessar o site oficial para marcar a data da avaliação médica.

Documentação

Antes da perícia médica, o segurado deve reunir toda a documentação necessária para comprovar sua condição de saúde. Isso inclui laudos médicos, exames, receitas, relatórios e outros documentos que possam atestar sua incapacidade.

Perícia Médica

Na data agendada, o segurado deve comparecer à agência do INSS para a realização da perícia médica. Durante essa etapa, o médico perito irá avaliar a condição de saúde do segurado e verificar sua incapacidade permanente.

Resultado da Perícia

Após a realização da perícia médica, o segurado receberá o resultado da avaliação. Caso seja constatada a incapacidade permanente, será concedida a aposentadoria por invalidez. Caso contrário, o segurado poderá solicitar uma nova avaliação ou buscar outros meios para comprovar sua condição de saúde.

Requisitos

A aposentadoria por invalidez é um benefício previdenciário importante para aqueles que estão incapacitados de forma permanente para o trabalho. Conhecer as doenças que garantem essa modalidade de aposentadoria e os requisitos para sua concessão é fundamental para quem está enfrentando problemas de saúde e busca amparo financeiro.

É importante ressaltar que o processo de concessão da aposentadoria por invalidez envolve a perícia médica e a apresentação de documentos que comprovem a incapacidade permanente. Portanto, é fundamental reunir toda a documentação necessária e buscar orientação especializada para garantir o sucesso do processo.

Lembre-se de que cada caso é único e pode haver variações nas regras e exigências do INSS. Portanto, é sempre recomendável buscar informações atualizadas e consultar um profissional especializado para obter orientações personalizadas sobre o seu caso específico.

FONTE NOTÍCIAS CONCURSOS

Últimas Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade

© 2023 – Criado por  Dr. Hosting Brasil.