13 de abril de 2024 18:57

Gerdau e Alce lançam projeto de empreendedorismo para mulheres de Ouro Branco e Ouro Preto com a participação do estilista Ronaldo Fraga

O Projeto é dividido em seis módulos, com início em março e conclusão em maio

Na última quinta-feira (30/03), as mulheres participantes do Projeto ELLLAS Cultura e Transformação tiveram a oportunidade de ter aula com o renomado estilista mineiro, Ronaldo Fraga. Durante a capacitação, ele ensinou uma técnica de pinturas, para que elas possam usar não só em roupas, mas também em panos de pratos e outras peças em tecidos.  A iniciativa, apoiada pela Gerdau, busca promover o empreendedorismo e a oportunidade de incremento da renda familiar das participantes, por meio de cursos de capacitação e divulgação dos produtos locais da área da moda. 

Além de Ouro Branco, as oficinas também serão realizadas em Miguel Burnier, distrito da cidade de Ouro Preto. O projeto itinerante contribui para o fomento à economia e fortalece a cultura regional. A meta é que, ao final do curso, as alunas continuem gerando renda por conta própria, com as peças criadas comercializadas em lojas parceiras digitais e físicas.

“A Gerdau investe em diversas iniciativas que promovem o empreendedorismo e a geração de renda, contribuindo para o desenvolvimento regional e principalmente das comunidades onde estamos presentes. Empoderar as pessoas para moldarem o seu futuro é o nosso principal objetivo. Com o projeto ELLLAS focamos nas mulheres, oferecendo aprimoramento e outras oportunidade de geração e incremento de renda.”, desta Bruno Castilho, gerente de Relações Institucionais e Responsabilidade Social da Gerdau. 

Em Ouro Branco, as atividades iniciaram com uma reunião de apresentação do ELLLAS Cultura e Transformação à comunidade. As oficinas são realizadas na sede do Instituto Vem Ser. Em Miguel Burnier, as atividades ocorrem no Centro de Convivência Nossa Casa.

“Acredito muito nesse formato de projeto que fala ou que estimula a criatividade ao mesmo tempo que capacita para a técnica. Aprender a modelar, costurar, a pintura, conhecer o trabalho do bordado sobre a pintura. Em uma primeira etapa do trabalho, elas aprendem a pintar a peça em cima de um molde de estêncil criado a partir de placas de radiografia. No segundo momento, essa pintura é bordada. A técnica mostra a elas a importância de se criar uma peça de roupa em cima de uma base pré-criada.  Eu escolhi essa técnica porque ela é acessível e que elas podem fazer roupa, mas se quiserem, podem fazer pano de prato, avental e vai dar super certo”, explicou o estilista Ronaldo Fraga.

As oficinas são montadas com todos os equipamentos para costuras, corte e demais processos de confecção de roupas, além de tesouras, tecidos, linhas, dentre outros. No total, participam do ELLLAS Cultura e Transformação 25 mulheres em Ouro Branco e 10 em Miguel Burnier.  O curso é dividido em seis módulos que visam à completa capacitação para a produção de peças de qualidade, gerando emprego e renda.

A professora Andrea Paula Leal é uma das participantes da oficina. “É muito importante participar desse projeto, porque ele agrega conhecimento e gera uma troca de experiência também. Esse projeto está dando muito certo. Nós já somos um grupo enorme, que já está rendendo resultados. Estamos com muitas ideias e muitos planos, que em breve iremos divulgar”, destaca.

O projeto é apresentado pela Gerdau e foi selecionado no Edital de Investimento Social lançado pela empresa em setembro de 2022. Tem coordenação geral de Rud Carvalho, em parceria com Marien Carretero, curadora artística; produção geral da New View; produção de Logística e Oficinas da ALCE – Associação Livre de Cultura e Esporte e apoio da Prefeitura Municipal de Ouro Branco

Serviço

Locais das oficinas:

Ouro Branco

Instituto Vem Ser

(31) 97147-4048

Rua Santo Antônio, s/nº – Ginásio Poliesportivo – Centro – Ouro Branco – MG

Miguel Burnier

Centro de Convivência – Nossa Casa.

R. Y, 330 – Miguel Burnier, Ouro Preto – MG

Programação – As aulas serão ministradas em Miguel Burnier de 8h às 11h, e em Ouro Branco de 13h às 18h.

O curso é dividido em 6 módulos.

Os módulos são:

– Módulo 1:

Dia 21 de março: Reunião de comunidade para apresentação do projeto, continuidade de produção de sacolas do projeto de 2022. Palestra de empreendedorismo feminino.

Dia 22 de março: Aula de tecidos e paletas de cores com convidada Graciele Roque

Dia 28 de março: Introdução de curso do Método Maria da Penha.

– Módulo 2:

Dia 29 de março: Curadoria de criação de peças.

Dia 30 de março: Curadoria e criação de peças com convidado Ronaldo Fraga

Dia 3 de abril de março: Curadoria de 3 peças para se tornarem o produto final

Dia 4 de abril: Definição das 3 peças principais do curso, que serão comercializadas como produto final.

– Módulo 3:

Dias 5, 10, 11, 12 e 17 de abril: Curso de Modelagem e Corte, com foco no básico e nas 3 peças finais.

– Módulo 4:

Dias 18, 19, 24, 25, 26 de abril e 1 de maio: Técnicas especificas para a produção e aprimoramento das 3 peças finais, com acabamentos e confecção dos primeiros produtos finais.

– Módulo 5:

Dias 23 de abril e 8, 9 e 10 de maio: Finalização de peças, produção de peças pelas alunas do curso com a supervisão das professoras com intuito de aperfeiçoar as peças as peças finais.

– Módulo 6:

Dias 15 e 16 de maio: Aula sobre formalização de mão de obra e possibilidades de comércio formal.

Dia 17 de maio: Consultoria contábil e jurídica gratuita para as participantes do projeto.

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade