12 de junho de 2024 15:30

Fiat 147: o belo hatch que teve a sua trajetória encerrada por causa de um fator

Fiat 147: encerramento de produção devido à concorrência do Fiat Uno, destacando o impacto do modelo compacto com design inovador e motor transversal na indústria automotiva brasileira dos anos 70.

O Fiat 147, um ícone automobilístico dos anos 70 no Brasil, teve sua trajetória encerrada devido à concorrência interna com o moderno Fiat Uno. Lançado inicialmente em 1976, o Fiat 147 foi o primeiro carro da montadora italiana produzido em sua fábrica em Betim, Minas Gerais. Inspirado no modelo 127 italiano, o modelo era notável por seu tamanho compacto, design inovador e um motor montado transversalmente que maximizava o espaço interno.

O Fiat 147 destacava-se pelo seu design com linhas retas e uma frente curta que incluía faróis retangulares e uma grade preta com frisos horizontais. A traseira do carro era igualmente marcante, com lanternas de desenho envolvente e uma tampa do porta-malas que se estendia até elas. O modelo não só aproveitava o espaço interno de forma eficiente, graças à posição transversal do motor, mas também oferecia versatilidade, com a opção de rebater o banco traseiro para expandir a capacidade de carga para até 953 litros.

Motor de 1.050 cc que entregava 55 cavalos de potência, o modelo 147 equilibrava performance e economia

Equipado com um motor de 1.050 cc que entregava 55 cavalos de potência, o Fiat 147 equilibrava performance e economia, alcançando velocidades de até 135 km/h e oferecendo consumo eficiente de combustível, com médias entre 12 km/l na cidade e 18 km/l na estrada. Ao longo dos anos, diversas versões enriqueceram o portfólio do 147, incluindo opções mais básicas e luxuosas, e até uma versão esportiva denominada Rally, além de uma picape e a perua Panorama.

Lançamento do Fiat Uno em 1984, caracterizado por seu design moderno e funcionalidades atualizadas, o 147 começou a perder espaço

Com o lançamento do Fiat Uno em 1984, caracterizado por seu design moderno e funcionalidades atualizadas, o Fiat 147 começou a perder espaço no mercado. O novo modelo oferecia uma alternativa mais atraente para os consumidores, levando a Fiat a simplificar as versões do 147 e, eventualmente, a descontinuar o modelo em 1986. O Uno não só substituiu o 147, mas também deu origem a novos derivados que substituíram outras variantes do 147, como a picape e os modelos furgões.

Fiat 147 é lembrado com carinho por sua inovação

O Fiat 147 é lembrado com carinho por sua inovação e contribuição para o mercado automobilístico brasileiro. Foi o primeiro veículo produzido pela Fiat no Brasil e introduziu muitos brasileiros aos benefícios do compacto urbano. Sua descontinuação marca não apenas o fim de sua produção, mas também a evolução da Fiat no desenvolvimento de novos modelos que continuam a influenciar o mercado até hoje.

 

FONTE CLICK PETRÓLEO E GÁS

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade